SEDEMA em AÇÃO - Prefeitura lança campanha para descarte consciente de medicamentos vencidos

SEDEMA em AÇÃO - Prefeitura lança campanha para descarte consciente de medicamentos vencidosSEDEMA em AÇÃO - Prefeitura lança campanha para descarte consciente de medicamentos vencidos

SEDEMA em AÇÃO





Secretário: José Otavio Machado Menten



A SEDEMA - Secretaria de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba, vem executando diversas obras e melhorias visando maior conforto da população de nossa cidade.






DEFESA CIVIL



Contato Defesa Civil: 153 / 199
Fone: 19 3421 4350









DESTAQUE





16/08/2019


"Prefeitura lança campanha para descarte consciente de medicamentos vencidos"




A Prefeitura de Piracicaba, por meio das secretarias municipais de Saúde e Defesa do Meio Ambiente, lançou na tarde de hoje, quinta-feira, 15/08, a campanha para o descarte correto de medicamentos vencidos ou não utilizados, além de resíduos perfuro cortantes (seringas e agulhas).

O lançamento aconteceu no gabinete do prefeito Barjas Negri, com a presença dos secretários da Saúde, Dr. Pedro Mello e do Meio Ambiente José Otavio Menten e equipe da Saúde. Com o slogan Descarte Consciente - Faça o Bem sem Olhar a Quem! a campanha tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de se descartar corretamente os medicamentos.

Desde 2011, a Prefeitura, através da Sedema, incluiu no contrato de coleta de Resíduos de Serviços de Saúde- RSS, os resíduos de medicamentos, ou seja, remédios vencidos, não vencidos e que não são utilizados e também os recipientes que armazenaram diretamente os remédios e outros desse âmbito.


Atualmente o sistema de coleta de RSS da Sedema executa a coleta desse material em 900 estabelecimentos da cidade mensalmente, incluindo farmácias e locais de coleta de medicamentos. Em alguns desses estabelecimentos as coletas são diárias e em outros semanais de acordo com a demanda.

Somente em 2018 foram coletados 2.255,4 kgs de medicamentos e do inicio de 2019 até julho o total coletado é de 1.160,0 kgs. Os resíduos coletados nos pontos de descarte são encaminhados para uma empresa especializada que trata desse material através de processo de incineração.


O objetivo dessa campanha, de acordo com a coordenadora do DAF, Ana Raquel Passari Faggin de Castro, o objetivo é "conscientizar a população dos perigos causados por acúmulo de medicamentos em casa, o descarte em lixo comum dos vencidos ou não utilizados, resíduos perfurocortantes e também reforçar o serviço existente em Piracicaba".

Os pontos de descarte estão em todas as farmácias de rede municipal e em redes farmacêuticas do município. Para a campanha também haverá distribuição de material informativo (cartazes e folders) nesses locais e também em escolas estaduais e municipais.

"Queremos informar à população sobre como proceder com os medicamentos vencidos, que sobraram de algum tratamento e estão guardados em casa, além de informar também aos pacientes diabéticos que usam insulina diariamente e precisam fazer o descarte correto das seringas e agulhas. Lembrando que devemos evitar o acúmulo de medicamentos em casa, pois pode propiciar a ingestão acidental por crianças e idosos, causando intoxicação grave e também a automedicação, já que o paciente pode usar o medicamento sem orientação do profissional, de forma incorreta e irracional, causando muitos malefícios à saúde", explicou Ana Raquel.

Segundo o Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas da Fundação Osvaldo Cruz, no Estado de São Paulo, metade dos casos de intoxicação ocorrem por uso indevido de medicamentos. No Brasil, são registradas duas intoxicações a cada hora pelo mesmo motivo, sendo a intoxicação por medicamentos a causa de 20% dos óbitos registrados no País.

Mais informações Ligue 156

Ou através dos sites:

http://saude.piracicaba.sp.gov.br/farmacias-municipais/

Ou
https://sedema.wixsite.com/sedema/rss-residuosdeservicodesaude



14/08/2019


"Debate busca soluções para o manejo das leucenas"




A Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente- Sedema, promoveu um debate para buscar soluções para o manejo de uma das mais problemáticas das árvores invasoras: as leucenas.O evento aconteceu nesta terça-feira, no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação- SMA e contou com a presença do Prefeito Barjas Negri, da Vereadora Nancy Thame, do Coordenador da Agência de Água PCJ, Francisco Lahóz.


Na abertura, o Prefeito Barjas Negri agradeceu a contribuição de todos para auxiliar nasolução do problema de invasão de leucenas. "A Sedema tem a missão de mostrar o caminho da sustentabilidade para o município e dentro do nosso plano contamos com programas de arborização urbana e de recuperação de mata ciliar. Muitas vezes nos defrontamos com problemas de invasão agressiva das leucenas".

Barjas citou um exemplo notório que é a Avenida Renato Wagner: "ali era um lugar ermo, abandonado, que gerava muita insegurança para quem passava por ali. Causou um grande impacto inicial com a retirada das leucenas que haviam dominado todo aquele espaço. Mas hoje as pessoas elogiam, virou um Parque linear frequentado por muita gente".

Barjas acredita o debate deve contribuir para o avanço na solução do problema. Ele lembrou do Encontro Paulista de Arborização Urbana promovido pela Prefeitura em 2007, com apoio da Esalq e da SBAU (Sociedade Brasileira de Arborização Urbana) que contou com a participação de 87 municípios paulistas, alguns paranaenses e catarinenses: "após dois dias de debates, os participantes aprovaram propostas e encontraram algumas saídas para Arborização Urbana adotadas por muitos municípios".

Durante o seminário, as soluções implantadas com êxito na Prefeitura de Campinas foram
apresentadas pelo Secretário de Verde e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rogerio Menezes. O secretário demonstrou o Plano Verde lançado em 2016 naquela cidade e a experiência positiva do manejo dessa espécie invasora.


"Criamos em 2016 em Campinas, o Plano Municipal do Verde que engloba vários programas, como o de erradicação das espécies exóticas invasoras e, entre elas, a principal, sem dúvida é a leucena. É a "campeã das campeãs na questão da invasão e de prejuízo ambiental causado pela proliferação dessa espécie invasora".

O programa de irradiação, segundo o secretário, tem sido implantado através de duas medidas: projetos pilotos de retirada de leucenas e outro no licenciamento ambiental.

"Em um só local, foram suprimidas 40 mil leucenas e, em seguida, plantadas espécies nativas". O secretário demonstrou imagens do entorno do Córrego do Serafim que ao longo do tempo havia sido tomado pelas leucenas seguido de outro com o resultado depois da intervenção.

"Em princípio, quando fazemos a supressão de um numero grande, as pessoas se assustam porque estão acostumadas com aquela"?paisagem verdinha". Isso causa um impacto inicial, mas é que elas não sabem que embaixo daquelas árvores não nasce mais nada, as leucenas vão dominando tudo e impedindo que as outras árvores nativas cresçam, prejudicando a biodiversidade tanto da flora quanto da fauna.


A outra medida adotada, em relação ao licenciamento ambiental, onde hoje a lei exige que seja feita a supressão na região do empreendimento: "nem que seja só a impermeabilização ou supressão de algumas árvores em razão de empreendimento imobiliário ou qualquer outro público ou privado".

Em seguida, o Prof. Marcelo Leão, diretor da Propark, apresentou uma proposta para o controle das leucenas no município de Piracicaba. Marcelo comentou sobre a importância do debate sobre o assunto: "não são só a leucena, mas toda vegetação invasora representa um dos maiores problemas do mundo moderno. São essas plantas que se alastram de maneira descontroladas, tanto no meio urbano como no meio rural, ou mesmo no meio rural não cultivado. E, justamente por crescerem desordenadamente representam um prejuízo para todos os tipos de ecossistemas. Então, não é só dever, mas obrigação dos gestores públicos e privados criarem mecanismos, buscarem alternativas para controlar esse tipo de manifestação. porque acaba impactando muito significativamente e negativamente nos ecossistemas".

O Secretário Menten, também falou sobre a importância desse debate: "as leucenas são plantas que não existiam no Brasil, foram introduzidas e vem se comportando como invasoras, competindo com as espécies nativas e prejudicando a biodiversidade. A realidade é que hoje, em todos os cursos d'água, córregos, beira de estradas de ferro, estão ocupados pelas leucenas e por isso precisamos urgentemente achar uma solução, com técnicas mais eficientes e efetivas. As sugestões de especialistas e experiências já realizadas vão contribuir para que a situação em Piracicaba seja equacionada. Segundo o secretário, "a meta é que tenhamos, novamente, a predominância das espécies nativas nas margens dos rios, córregos e outras áreas verdes da cidade. Com isso, vamos contribuir para a vida dos animais silvestres da região e melhorar o aspecto visual de Piracicaba, sempre em busca de uma cidade sustentável e com a melhor qualidade de vida".

Fonte: BLOG SEDEMA


12/08/2019


"Prefeitura promove seminário: "Leucenas em Piracicaba - Problema e Soluções"




A Prefeitura de Piracicaba, através da Secretaria de Meio Ambiente convida para o seminário: "Leucenas em Piracicaba - Problema e Soluções".

O evento vai acontecer na terça-feira, 13/08 das 14 às 16:30 horas, no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação- SMA, localizada na Rua Cristiano Cleopath 1902, Bairro Alto.

A programação contará com a presença do Secretário de Verde e Meio Ambiente de Campinas e ex-presidente da Anama-Associação Nacional de Órgãos do Meio Ambiente, que vai apresentar o plano do verde e manejo de exóticas invasoras da cidade de Campinas.

O Prof. Marcelo Leão, diretor da Propark, vai apresentar uma proposta para o controle das leucenas no município de Piracicaba. Logo após essas duas apresentações serão abertas as discussões e posterior encaminhamento que estarão sendo coordenados pelo Engenheiro Agrônomo e técnico da Sedema, Carlos Ambrosano. A finalização do debate estará a cargo do Secretário do Meio Ambiente de Piracicaba, José Otávio Menten.

O Prefeito Barjas Negri deverá participar da abertura do debate. O Secretário Menten, falou sobre a importância desse debate e comentou: "as leucenas são plantas que não existiam no Brasil, foram introduzidas e vem se comportando como invasoras, competindo com as espécies nativas e prejudicando a biodiversidade. Nesse seminário vamos buscar sugestões de especialistas e experiências já realizadas para que a situação em Piracicaba seja equacionada e esperamos que surjam propostas para o seu manejo adequado. A meta é que tenhamos, novamente, a predominância das espécies nativas nas margens dos rios, córregos e outras áreas verdes da cidade. Com isso, vamos contribuir para a vida dos animais silvestres da região e melhorar o aspecto visual de Piracicaba, sempre em busca de uma cidade sustentável e com a melhor qualidade de vida".

O evento é gratuito.

Serviço
Seminário: "Leucenas em Piracicaba - Problema e Soluções".
Dia: 13/08 (terça-feira)
Horário : 14 às 16:30 horas
Local: Anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação- SMA, Rua Cristiano Cleopath 1902, Bairro Alto.


Programação

13:30 horas - Recepção e café de boas vindas

14:00 horas - Abertura ? Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri

14:15 horas - Plano do verde e manejo de exóticas invasoras em Campinas - Rogério Menezes,
Secretário do Verde e Meio Ambiente de Campinas e ex-Presidente da ANAMMA-
(Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente).

14:45horas - Proposta para o controle de leucena (Leucena leucocephala) no município de Piracicaba - Prof. Marcelo Leão, PhD.

15:15 horas - Discussão e encaminhamentos. Coordenação - Carlos Ambrosano (SEDEMA/PMP)

16:00 horas - Conclusões - José Otávio Menten, Secretário de Defesa do Meio Ambiente de
Piracicaba

16:15 horas - Encerramento.

Fonte: BLOG SEDEMA



09/08/2019


10 mil devem visitar os cemitérios municipais no Dia dos Pais




A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), prepara os cemitérios municipais para receber 10 mil pessoas no fim de semana, sábado e domingo, dias 10 e 11/08, por ocasião do Dia dos Pais (11). Os cemitérios sob a responsabilidade da Sedema são o da Saudade, Vila Rezende e de Ibitiruna.
O Dia dos Pais é considerada a terceira data com maior número de visitantes aos cemitérios, perdendo somente para Finados e Dia das Mães. Para receber os visitantes, todos os cemitérios municipais funcionarão das 7h às 18h, no sábado e domingo.

MISSA - No cemitério da Saudade haverá missa na Capela São Miguel Arcanjo, no dia 11, às 7h30, com o padre Kleber Fernandes Danelon. As intenções serão para os pais falecidos, para os 252 anos de Piracicaba e 147 anos do Cemitério. Não haverá missa no Cemitério da Vila Rezende.

FORÇA-TAREFA - O comércio ambulante também atuará de maneira disciplinada nesta data, seguindo as orientações da Secretaria Municipal do Trabalho e Renda (Semtre). Quatorze ambulantes estarão autorizados a trabalhar no entorno do Cemitério da Saudade e 10 no da Vila Rezende.


Nestes locais são vendidas flores naturais e artificiais e velas. A responsabilidade pela fiscalização nesses locais é da Guarda Civil. Os agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran) irão orientar os motoristas e controlar o trânsito nas imediações dos cemitérios.
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social vai disponibilizar pessoal para trabalhos do SEAS (Serviço Especializado em Abordagem Social) nos cemitérios da Saudade e da Vila Rezende.
SERVIÇO - O Cemitério da Saudade fica na avenida Piracicamirim, 2.201, Vila Monteiro; o
da Vila Rezende está localizado na avenida Marechal Costa e Silva, 44, Jardim Primavera; o Cemitério de Ibitiruna fica na rua Piracicaba, s/n, distrito de Ibitiruna. Mais informações pelo telefone (19) 3426-6272, no Setor de Cemitérios.

Fonte: BLOG SEDEMA


07/08/2019


Prefeitura faz desassoreamento da lagoa do Parque da Rua do Porto




O setor de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente -Sedema, informou hoje, 09/08, o balanço do serviço de desassoreamento da lagoa do Parque da Rua do Porto.

A força-tarefa para limpeza da lagoa reuniu as secretarias de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Defesa Civil e Semae.

Os trabalhos tiveram início na segunda-feira, 05/08 e foram concluídos nessa quinta-feira, 08/05. Foram necessárias 72 viagens, realizadas com 4 caminhões e uma retroescavadeira, para a retirada de pedras e areia do Lagoa.

Segundo os técnicos do Setor, "esses resíduos depositados no fundo da lagoa são carregados pelas chuvas das regiões mais altas, atravessam a Chácara Nazareth e terminam na Lagoa do Parque. Por ser uma região de várzea, esse serviço só pode ser executado em época de estiagem. Usamos caminhões basculantes menores, aumentando o número de viagens, para não danificar o calçamento do Parque. É uma operação trabalhosa", finalizou o técnico da Sedema.

O processo exigiu que fosse construída uma ponte provisória até o centro da lagoa. Para isso, foram colocados 10 caminhões de terra. O cascalho, que não é contaminado, foi encaminhado para um depósito da Sedema e será reutilizado em obras.

Projeto aprovado

O Projeto de implantação de sistema de drenagem para minimizar o problema, orçado em cerca de R$ 1,5 milhão, foi enviado pela Prefeitura e aprovado pelo FID (Fundo Estadual De Defesa Dos Interesses Difusos), da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, e aguarda liberação de recursos.

De acordo com o secretário da Sedema, José Otávio Menten, o assoreamento é causado pelo despejo de material arenoso, que é trazido pelas chuvas da região mais alta da cidade. A água das chuvas desce e, como não é canalizada para a lagoa, vai pela superfície e arrasta com ela o material.
"O lago fica no Parque da Rua do Porto, que é um dos principais locais para atividades físicas e lazer da população. Por isso, a Administração se preocupa em manter o local sempre em ótimas condições e faz a limpeza todo ano. E essa operação só pode ser feita no período da estiagem porque o acesso dos caminhões deve ser feito com todo cuidado e com a terra seca para não danificar outras áreas do parque", explica Menten.

Fonte: BLOG SEDEMA


07/08/2019


CTR recebeu a visita técnica do Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente.




Nessa segunda-feira, a CTR - Central de Tratamento de Resíduos de Piracicaba, o complexo responsável pela gestão de resíduos sólidos da Piracicaba Ambiental, recebeu a visita técnica do Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

Na ocasião, Penido conheceu o primeiro biodigestor da unidade responsável por produzir biometano.

"Resíduo sólido faz parte do saneamento básico, tal qual a questão do esgoto afeta diretamente a saúde pública. Só existe uma maneira de fazer frente a esse desafio. É por meio dos consórcios que vamos construir as melhores soluções", disse Penido.

Para o Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, é preciso encontrar uma saída dentro das regiões metropolitanas e aglomerados urbanos para atender à Lei Federal do Saneamento e a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).


"Estamos na bacia do PCJ, temos um plano nacional com metas estabelecidas para cada um dos municípios, abastecimento de agua, coleta, tratamento e resíduos. No saneamento, cada município foi buscando sua solução, mas na questão do lixo não dá para cada cidade ter a sua usina", destaca Barjas.

O presidente da Piracicaba Ambiental, Gerson de Grutolla, fez uma apresentação da planta da empresa e destacou da importância do CDR (Combustível Derivado de Resíduo).

"Nós desenvolvemos um programa de classes de CDRs capaz de utilizar 100% do lixo, não existe mais perda, tudo é consumido e incorporado pelo alto-forno de cimento", comentou.

Participaram da visita técnica, por todo o complexo, prefeitos e secretários de cidades da região administrativa de Piracicaba, acompanhados pelo secretário do Meio Ambiente de Piracicaba, José Otávio Menten, o subsecretário de Infraestrutura da pasta Glaucio Attorre, os assessores técnicos José Valverde, Ivan Mello, Carlos Lothar e o assessor da presidência da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) João Luis Potenza que puderam conhecer passo a passo o tratamento do lixo dado pela empresa.

"Boas práticas, soluções como essa que respeita o meio ambiente, serão apoiadas pelo Governo do Estado de São Paulo, sempre com transparência, seriedade e respeitando as exigências da Cetesb", concluiu Penido.

Atualmente, são produzidos diariamente no estado de São Paulo e encaminhado para aterros, 40.7 mil toneladas de resíduos sólidos.

Fonte: BLOG SEDEMA


31/07/2019


Velório do Cemitério da Vila Rezende será reformado




Durante esse período o velório não será fechado, mas atenderá com duas salas de cada vez, ao invés de três, durante a obra em cada uma.


A partir dessa quarta-feira, 01/08, a Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente - Sedema inicia obras de reforma nas três salas que compõem o velório do Cemitério da Vila. Localizado na Av. Marechal Costa e Silva - Jd. Primavera - Vila Rezende.

A previsão para o término é de 90 dias, ou seja, final de outubro, se não houver nenhuma intercorrência.

A reforma será realizada através de uma parceria, por meio de um protocolo de intenções firmado entre a Prefeitura e as empresas funerárias Bom Jesus e Rezende.

As obras vem de encontro a solicitação da população e incluem: troca do forro, portas, instalações elétricas, substituição de vidros quebrados e alguns reparos na parte hidráulica.

A Sedema, através da Administração dos Cemitérios, informa que, durante esse período o velório não será fechado, mas funcionará com duas salas de cada vez, ao invés de três, durante as obras em cada uma.

Mais informações poderão ser obtidas através dos telefones:

3421-1745 Administração do Cemitério da Vila e 3403-1202 Sedema (Setor de Cemitérios).


Fonte: BLOG SEDEMA


30/07/2019


Rotatória do Peixe passa por limpeza total e pintura da placa.



A equipe da Sedema trabalhou durante dois dias e no final pintaram a placa de boas vindas.


A Prefeitura de Piracicaba, através da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente ? Sedema, efetuou a limpeza total da rotatória, principal alça de acesso da Rodovia SP 304, Luís de Queiroz para a Avenida Alberto Vollet Sachs, lugar mais conhecido como a rotatória do peixe.

A equipe da Sedema trabalhou durante dois dias, com auxílio de um trator
realizando a capinação, limpeza, despraguejamento, recolhimento de galhos. Após a finalização da limpeza a placa de boas-vindas foi pintada pela equipe.


As ações de limpeza nas áreas públicas da cidade são realizadas de forma sistemática pela Sedema de acordo com a programação anual fixa disponível no site da Sedema.

O serviço de manutenção ou capinação dessas áreas é executado mensalmente ou a cada dois meses de acordo com a tabela definida pelos técnicos dependendo da necessidade.


Confira a programação completa disponível no site da Sedema:

https://sedema.wixsite.com/sedema/manutencaoareasverdes

Interpretação da Tabela:

1) As áreas a serem roçadas/capinadas foram divididas em 12 regiões e 3 Circuitos
2) Por exemplo: A Região 2 a capinação acontece nos meses de fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro. Basta consultar a relação de regiões em anexo.
3) Nos circuitos A e B as áreas passam por manutenção mês sim, mês não,

durante todo o ano e no Circuito C a manutenção é mensal.

Fonte: BLOG SEDEMA



04/07/2019


Árvore Símbolo do Jardim Botânico de Piracicaba



Ajude a Prefeitura na escolha da árvore, que vai se tornar o símbolo do Jardim botânico de Piracicaba. Foram selecionadas cinco espécies nativas das florestas da nossa cidade e abaixo você confere um pouquinho de cada uma delas. Em agosto, a grande vencedora da enquete vai receber plantios. Uma cidade que pensa sustentável, não poderia comemorar o mês de aniversário de outra forma, não é mesmo? Contamos com vocês!




Árvore Símbolo do Jardim Botânico



01/07/2019


Praça dos Frades (Praça João XXIII) requalificada é entregue à população




O espaço de lazer foi adotado pela Unimed e será entregue nesse domingo, 30

Mais um espaço de lazer será entregue a população através do programa "Adote uma área". Desta vez, a empresa parceira é a Unimed Piracicaba que adotou a praça João XXIII, localizada em frente à Igreja dos Frades, na Rua São Francisco de Assis, e será entregue nesse domingo, às 9h30, depois de passar por obras de requalificação.

A Praça dos Frades faz parte da lista das áreas verdes apresentadas pela Secretaria que necessitam de intervenção, não só por razões estéticas, mas também por questão de conforto e segurança para as pessoas que circulam no local.

As obras de requalificação daquele espaço foram realizadas em três etapas de acordo com o cronograma apresentado à Sedema pela empresa adotante: a primeira foi a supressão de alguns elementos arbóreos, a limpeza fina e em seguida foram efetuadas as retiradas de restos de plantas que foram substituídas por novas espécies na implantação do paisagismo.

A requalificação da Praça dos Frades foi aprovada pelo Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural).

De acordo com a arquiteta urbanista da Sedema, Claudia Nogueira ?as praças são de grande importância para a melhoria da qualidade de vida da população, integrando a paisagem urbana com o meio ambiente.

Ela diz que aquela praça possui uma grande importância social, tanto pela história ligada à criação da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, como pelo fluxo intenso de pessoas pelo local.

Com cerca de 1.300 m², a Praça dos Frades possui três canteiros forma orgânica, delimitados por guias de concreto. O elemento arquitetônico presente é a estátua de São Francisco de Assis localizada no centro de um dos canteiros.

ADOTE UMA ÁREA

O programa Adote uma Área, criado pela Sedema proporciona a oportunidade da Prefeitura revitalizar áreas verdes em parceria entre poder público e empresa, propiciando uma melhoria de vida, beneficiando todos os envolvidos.
O Projeto de revitalização da Praça dos Frades integra o processo 92593/2018 da Unimed.

A Sedema estima que a cidade possua mais de 150 áreas que poderiam ser mantidas através desta parceira. As empresas interessadas poderão procurar os técnicos da Sedema para viabilizar a "adoção" de outras áreas verdes da cidade. Segundo as regras do programa, os responsáveis pelas áreas adotadas se comprometem, através de um contrato, realizar a manutenção do espaço em troca de publicidade.

Mais informações sobre o programa Adote Uma Área podem ser obtidas pelo telefone (19) 3403-1205, com a arquiteta urbanista da Sedema Claudia Nogueira.

Fonte: BLOG SEDEMA

21/06/2019


Composteira do Zoo é reinstalada




A Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente - Sedema, por meio das equipes do Zoológico Municipal de Piracicaba e do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), em parceria com a MinhaOca - Compostagem Caseira, reativou a composteira do Zoológico Municipal, localizada atrás do aviário, próxima a portaria.

A nova composteira foi construída com a orientação da MinhaOca Compostagem Caseira, uma empresa focada na gestão de resíduos sólidos urbanos e parceira da Sedema nesse projeto. De acordo com Marcel Thales Perenha Pinhel da MinhaOca, a empresa trabalha com resíduos em vários aspectos, mas segundo ele o "que importa é valorizar o resíduos orgânicos em si, que representa a maior volume nas residências", Marcel comentou que " a cultura de reciclagem vem crescendo com relação aos resíduos de forma geral, mas os resíduos orgânicos que acaba representando o maior quantidade e volume tanto em Piracicaba como em todas as cidades do Brasil, ainda não temos esse olhar para o resíduo orgânico". Justamente esse, que além de ser a maior quantidade é também é o que é mais difícil de se trabalhar para lidar, é aquele que deixa um cheirinho desagradável no caminhão, é aquele que muitas vezes contamina na o reciclável inviabilizando a sua comercialização, mas também ao mesmo tempo é um dos únicos que a gente pode fazer a reciclagem um casa com tecnologia muito acessíveis.

Continuando o responsável pela MinhaOca comentou que por mais que hoje o conceito de aterros sanitários tenham mudado muito da época dos lixões, com grande avanço, com Leis que regulamentam e controlam. Por mais que tenha avançado na questão de lixo orgânico reciclar o resíduo orgânico é muito simples. Precisamos trazer de volta essa cultura e com a compostagem tanto domestica doméstica como em escalas maiores podem trazer de volta esses recursos, de utilizar esses nutrienetes que estão disponíveis ao invés de fabricar quimicamente, desperdiçando quando descartamos os resíduos orgânicos.

Segundo q equipe de educação ambiental do NEA o objetivo dessa ação no Zoo é difundir ações sustentáveis, uma vez que a composteira tem um papel fundamental na reciclagem de resíduos orgânicos do Zôo e nas atividades de educação ambiental voltadas ao tema consumo responsável, resíduos sólidos e alimentação saudável.
Alunos e professores do Colégio Thales de Mileto, participaram da demonstração do representante da Minha Oca Ambiental. Alunos e professores puderam ver na prática o deverá ser feito no Zoológico. Os restos de comida dos recintos são recolhidos pelos tratadores e entregam ao funcionário responsável pela composteira, . Cerca de 18 baldes serão entregues diariamente.

Manoel Messias da Silva, funcionário do Zoo, responsável por esse serviço, ficou entusiasmado com a novidade é mais um aprendizado, eu vou usar como experiência pra mim pra sempre. Depois do treinamento e ver o resultado que a gente teve aqui já vou usar na minha casa.

Com a reativação da composteira, o Zôo cumpre mais um objetivo de se tornar um espaço educador sustentável. Há alguns anos, no espaço onde funciona o Museu de Animais Taxidermizados foi implantado um coletor de água de chuva, cujas águas são reaproveitadas na limpeza do local. O mesmo prédio atualmente é considerado uma edifi


Fonte: Blog SEDEMA

18/06/2019


Prefeitura Limpa a área de Lazer do Trabalhador




A Prefeitura, por meio da equipe do setor de gerenciamento de resíduos da Sedema, está executando a limpeza da área de Lazer do Trabalhador. A previsão é que o serviço seja concluído nessa quarta-feira. Até o momento foram retirados três caminhões.

Além da manutenção periódica, a Sedema faz o monitoramento constante do lago. Com relação a presença de plantas aquáticas, os técnicos explicam que trata-se de duas espécies de plantas aquáticas: alface d´água e ninfeia, erroneamente chamadas de aguapés e a presença delas faz parte de um ciclo da natureza.

A ocorrência é considerada um fenômeno natural pelos técnicos. As chuvas carregaram nutrientes para o lago proporcionando a proliferação de alface d?água. Quando diminui o carregamento desses nutrientes acontece o desaparecimento das alfaces d?agua e abrem espaço para o florescimento das ninfeias.


Fonte: Blog SEDEMA


07/06/2019


Piracicaba é convidada para falar sobre a gestão de Resíduos Sólidos na cidade de Bauru




Seminário "Desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos? acontece na sexta-feira, 07 dentro da programação da Semana Integrada do Meio Ambiente daquela cidade.


Discutir o gestão resíduos sólidos nos municípios é cada vez mais frequente, necessário e prioritário nos dias de hoje. Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a cidade de Bauru incluiu na programação o Seminário "Desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos- PNRS". A PNRS Lei Número 12.305 de 03/08/2010 e Decreto no. 7.404, de 23/12/2010).
Realizada pela Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bauru (Assenag) o Seminário "Desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos" faz parte da Semana Integrada do Meio Ambiente em Bauru (Simab) e acontece na sexta-feira, 07 e tem vagas limitadas.

Programação

Na abertura do seminário o secretário de Meio Ambiente, Sidnei Rodrigues fará uma apresentação sobre "Andamento do Projeto de Modelagem da Parceria Público-Privada (PPP) da Gestão de Resíduos Sólidos em Bauru".
Na sequência, o Grupo Reghine, através do economista Gerson Pinheiro, apresentará os desafios e propostas para a viabilidade das usinas de triagem e resíduos da construção civil.
A Estre Ambiental também estará presente, transcorrendo sobre a gestão de resíduos sólidos urbanos em aterros sanitários, bem como a Coopeco, que discutirá os desafios e propostas da Cooperativa Ecologicamente Correta de Materiais Recicláveis de Bauru.
A gestão de Resíduos Sólidos de Piracicaba será demonstrada pelo engenheiro agrônomo da Prefeitura Carlos César Ambrosano, que apresentará case sobre a PPP de resíduos sólidos em Piracicaba.

Piracicaba tem se destacado na área de gerenciamento de resíduos sólidos e em outras questões relacionadas ao meio ambiente. A grande maioria dos municípios brasileiros não conseguiu ainda se adequar à Lei Nacional de Resíduos Sólidos, que preconiza que fabricantes e fornecedores devam aplicar a logística reversa, ou seja, receber de volta o produto fabricado e colocado no mercado.

E, antes da mesa-redonda de encerramento, as palestrantes Taciele Oliveira e Valdete Ventura, da Stericycle, falarão sobre a gestão dos resíduos dos serviços de saúde na região de Bauru.

Segundo um dos organizadores do Seminário, Aloísio Costa Sampaio, do Departamento de Biologia da Unesp, uma das parceiras do evento ? o objetivo é aproveitar o momento que Bauru está vivendo e discutir a modelagem da Parceria Público-Privada (PPP) em resíduos sólidos urbanos e rurais. A finalidade é mostrar os avanços que tivemos, mas também os desafios que enfrentamos em relação à coleta seletiva, à reciclagem e à logística reversa".

A oportunidade também é vista como um fomento a discussões em relação ao posicionamento da cidade no setor "Bauru vem em uma crescente na área ambiental, mas não podemos retroceder nesse aspecto após os ganhos das últimas décadas", diz Lélia Lourenço Pinto, vice-presidente de Agronomia da Assenag. "As discussões vêm aumentando nos últimos anos e isso é muito importante para levar os projetos para a prática", completa Gisele Moretti, administradora da Coopeco.

O público-alvo são os profissionais e estudantes de ciências ambientais, agrárias e biológicas. Porém, o evento é aberto aos demais profissionais que são engajados no assunto e quiserem participar.


Fonte: Blog SEDEMA


05/06/2019


Comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente




A Secretaria Municipal de Meio Ambiente - Sedema, através do Núcleo de Educação Ambiental - Nea, realizou na manhã de hoje, 05/06, no Parque do Mirante, atividades para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Grupo de voluntários do Rotary Clube e do Lions e jovens do Instituto Formar participaram do evento que contou com a presença do Prefeito Barjas Negri e do secretário do Meio Ambiente - José Otávio Menten.

A bióloga do Nea/Sedema, Elisabeth Nunes Salles, fez a apresentação do Programa "Nosso solo, nossa terra, nossa gente" que destaca a importância do solo para a vida na Terra, desenvolvido com foco no uso e ocupação do solo na cidade de Piracicaba.

Daniélli Cincotto Ursolini, presente ao evento com 35 alunos do Instituto Formar, é professora de sustentabilidade no curso de pré formação dos alunos para serem selecionados para trabalhar nas empresas. Durante a trilha pelo Parque, monitorada pela bióloga, comentou que "desde a primeira aula falamos sobre a importância das árvores em nossa vida, dos alimentos, do clima, e, essa oportunidade deles vivenciarem isso aqui no Dia Mundial do meio Ambiente foi muito importante".

Os convidados participaram, do plantio de duas mudas de árvores nativas no Parque do Mirante: uma Manduirana (Senna macranthera) e um Pau-brasil (Paubrasilia echinata) para marcar a data.

Durante o encontro, o Prefeito Barjas comentou sobre a importância da preservação das Bacias, citou os avanços da cidade nos últimos 15 anos, como por exemplo, o fato da cidade possuir hoje 100% do esgoto tratado. Mas não é só isso: "Piracicaba teve muitos avanços, frutos de ações articuladas entre o setor público, a iniciativa privada e entidades sociais, culturais, esportivas e ambientais da cidade. Ações fundamentadas no desenvolvimento e sustentabilidade, como o descarte correto de resíduos sólidos, implantação de corredores de ônibus, para dar fluidez ao trânsito, equacionamento da questão do tratamento de esgoto e muitas outras. Nos últimos 12 anos, foram plantadas mais de 1 milhão de árvores".

Entre os programas de arborização da cidade, o Prefeito lembrou do programa Plante Vida, onde para cada criança que nasce na cidade uma árvore é plantada. "No município de Piracicaba nascem, em média, 15 crianças por dia, distribuídas pelas três maternidades, totalizando em média 5.500 crianças por ano".


O Plante Vida foi lançado em 2007 em parceria com as maternidades dos Hospitais: Fornecedores de Cana, Santa Casa e Unimed completa 12 anos com o próximo plantio no sábado, 29/06, na área verde do Loteamento Residencial Tomazella, quando encerra também a programação mensal em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.


Mais informações, novos eventos poderão ser anexados a programação do mês e serão divulgados através do site da Sedema:
http://www.sedema.piracicaba.sp.gov.br/


05/06/2019


2º FESTECO




Entre as atividades do mês, o 2º Festival Ecológico de Piracicaba deverá agitar o Engenho Central nos próximos dias 07, 08 e 09 de junho. Com canções engatilhadas para as seletivas e premiação, o evento também promete envolver a plateia, com pockets shows da banda Corda de Barro, do pianista e compositor, Paulo Checoli; o violonista e cantor Chico Coelho e o pianista Carlos Muller. A entrada é gratuita.

As eliminatórias dos 20 semifinalistas acontecem nos dias 07 e 08, com apresentação de dez canções por dia. Destas, saem as dez melhores que concorrerão aos prêmios da final, no domingo. No total, serão distribuídos R$ 15 mil em prêmios, sendo R$ 7.000 para o primeiro lugar, R$ 5.000 para o segundo, e R$ 3.000 para o terceiro, além do Troféu Egildo Rizzi, criado em homenagem ao maestro da OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba), falecido em 2013.

No sábado, 29/06, o aniversário do programa "Plante Vida Nascemos Juntos para viver", lançado em 2007, com mais de 50 mil árvores plantadas em parceria com as três maternidades: Unimed, Santa Casa e Hospital dos Fornecedores - HFC acontece na área verde do Loteamento Residencial Tomazella e encerra a programação mensal em comemoração ao Dia Internacional do Meio Ambiente.

Fonte: Blog SEDEMA


03/06/2019


O Horto de Tupi recebe placas indicativas




A Estação Experimental de Tupi, ou simplesmente Horto de Tupi como é conhecido pelos piracicabanos é considerado um patrimônio natural.

Hoje o local oferece uma programação extensa voltada para preservação do meio ambiente, através de práticas educativas e de lazer para população. O Horto vem recebendo muitos visitantes de todas as idades, grupos de escolas, famílias e associações de terceira idade de Piracicaba e região.

Para auxiliar o acesso e oferecer segurança aos frequentadores, com o aumento do fluxo de pessoas, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente - Sedema, está instalando placas indicativas e de sinalização, nas dependências do Horto de Tupi, com o objetivo de normatizar o uso do espaço.


Duas dessas placas, de 1,20m x 0,90m, de chapa galvanizada, adesivadas, com pés em tubos redondos em aço servem de orientação de uso da Área de Visitantes.

Por questão de segurança, as placas indicam que não é permitido nadar no lago, por conta do risco de afogamento e também informam que nas dependências do Horto não é permitido fazer churrasco ou qualquer outro tipo de atividade com a utilização de fogo, por causa do risco de Incêndios.


Com relação a fauna, as placas indicam que a pesca no lago do somente é permitida com vara e anzol simples, sendo proibida a utilização de rede, molinete, armadilha, garateia e afins. A placa orienta também o visitante a não alimentar os animais silvestres. Essa prática coloca em risco a segurança do visitante e a saúde dos animais.

Outra informação normativa do uso do Horto diz respeito a passeios com animais domésticos: só será permitida a entrada de cães com coleira durante o passeio nas dependências da área de visitantes. "De acordo com a Lei nº 4.658/99, alterada pela Lei nº 5.126/02 é obrigatório aos proprietários colocarem o equipamento de segurança chamado -focinheira- nos cães de raças notoriamente violentas e perigosas ou que pelo porte e comportamento colocam em risco a segurança dos cidadãos".

Com relação a limpeza, placas orientam o descarte do lixo corretamente, uma vez que o local possui lixeiras espalhadas pela área de visitação.

Outras duas placas, servem de advertência/localização aos visitantes: abandono de animais domésticos é Crime, "Lei Federal 9.605 / 1998 - Denuncie - Pelotão Ambiental - Plantão 24 hs. (19) 3426-1996".


Outras quatro placas instaladas em parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito - Semuttran, de acordo com o padrão, com o objetivo de coibir o trânsito de veículos automotores em determinadas trilhas e carreadores internos da Estação Experimental de Tupi, protegendo dessa forma os frequentadores do local e a fauna silvestre.

Também em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, duas outras placas de Alerta, de 0,90 m X 0,50, advertência quanto à área sujeita a infestação de Carrapato Estrela e Perigo de transmissão de Febre Maculosa.

Além das placas novas, placas em madeira, já existentes no local, estão sendo reformadas e recolocadas.

Fonte: Blog SEDEMA


31/05/2019


Cadastramento para renovação do COMDEMA e Participação da Sociedade Civil no Conselho




Está aberto, até o dia 25/06/2019, o cadastramento de entidades civis que se interessarem para compor o plenário do Comdema ? Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente no biênio 2019/2021.
Conforme a Lei Complementar nº 251/10, o plenário, órgão de decisão máxima do Comdema é formado por 21 (vinte e um) representantes, sendo 16 (dezesseis) da sociedade civil, 3 (três) do Poder Executivo Municipal, 1 (um) da Cetesb e 1 (um) da Polícia Militar Ambiental.
Os representantes da sociedade civil são divididos nos mais diversos segmentos, de modo a permitir a ampla participação popular no Conselho.

As vagas para a sociedade civil são as seguintes:

- 3 (três) representantes do conjunto das entidades civis com finalidade de defesa da qualidade do meio ambiente e com representação no Município;
- 3 (três) representantes das entidades civis, legalmente constituídas, com o objetivo de defesa dos interesses dos moradores, com atuação no Município de Piracicaba;
- 1 (um) representante do conjunto das universidades instaladas no território do Município, escolhido por seus pares;
- 1 (um) representante escolhido entre cada um dos seguintes conjuntos de entidades:
a) entidades civis representativas de categorias profissionais liberais, com atuação no âmbito do município de Piracicaba;
b) entidades civis, legalmente constituídas, representativas de empresas comerciais, com atuação no âmbito do município de Piracicaba;
c) entidades civis, legalmente constituídas, representativas das empresas industriais, com atuação no âmbito do município de Piracicaba;
d) entidades civis, legalmente constituídas, com a finalidade de defesa do patrimônio histórico e cultural do município de Piracicaba;
e) entidades civis, legalmente constituídas, representativas dos produtores rurais do município de Piracicaba;
f) sindicatos de trabalhadores de categorias profissionais não liberais, com base territorial no município de Piracicaba;
- 3 (três) representantes de entidades legalmente constituídas, com finalidades distintas das anteriormente mencionadas.

Para a inscrição as entidades devem apresentar os seguintes documentos:

- Cópia do estatuto da entidade registrado em Cartório ou cópia da lei de criação da entidade;
- Cópia da ata de posse da atual diretoria registrada em Cartório;
- Ofício assinado pelo representante legal com a indicação dos representantes, titular e suplente, indicados para participação do processo de renovação do Conselho com os dados completo da entidade e dos representantes indicados (nome completo, endereço, e-mail, telefones fixo e celular.
O local do cadastramento é o Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, localizado à Rua Maurice Allain, 77, Parque Mirante. O prazo é até dia 25/06/2019, com horário de atendimento das 8:30 h às 11:30 h e das 13:00 h às 16:00 h. O telefone para informações: 3417 9494Faz saber também que a reunião conjunta de cada categoria para a escolha das entidades que comporão a plenária do Comdema será realizada no dia 01/07/2019, com primeira chamada às 19:00 h e segunda chamada às 19:30h, no Núcleo de Educação Ambiental

A renovação do Conselho ocorre de dois em dois anos e é imprescindível o cadastramento para que as entidades possam participar ativamente do processo de renovação.

Fonte: Blog SEDEMA



22/05/2019


Jardim Gilda terá campo de futebol




A Prefeitura deu início à construção do campo de futebol do Jardim Gilda, reivindicação que foi discutida em reunião com a Associação de Moradores do bairro, presidida por Adriano de Souza, o Sabiá. O primeiro passo é a
terraplanagem do terreno, para que depois seja plantada a grama e instaladas as traves.

Segundo o prefeito Barjas Negri, numa conversa com a associação, a diretoria pediu a transformação de uma área do bairro e um campo de futebol, levando mais lazer para os moradores, principalmente para as crianças e adolescentes e para as equipes de futebol do bairro, que disputam vários campeonatos na cidade.

A reivindicação foi encaminhada aos secretários Waldemar Gimenez, da Agricultura e Abastecimento (Sema), e José Otávio Machado Menten, de Defesa do Meio Ambiente (Sedema). Num trabalho em parceira, as duas Pastas elaboraram o projeto e começaram o trabalho nesta semana. Coube à Sema a limpeza, terraplanagem e o nivelamento do espaço, enquanto a Sedema já adquiriu grama para o plantio.

De acordo com Adriano de Souza, essa é mais uma reivindicação da associação atendida pela Prefeitura. ?O campo será um importante espaço de lazer e de prática esportiva para todos os moradores do bairro. Além disso, há equipes de futebol que poderão utilizar o espaço para seus treinos e há, também, a intenção de se criar ali uma escolinha de futebol?, explicou.

Fonte: Blog SEDEMA



21/05/2019


Sedema retira galhos e tocos do lago do Parque da Rua do Porto




A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), retirou galhos, troncos, tocos e algumas árvores secas caídas na lagoa do Parque da Rua do Porto. O serviço foi realizado com o auxílio de uma máquina retroescavadeira e teve início na segunda-feira, 20/05 e finalizado no final da manhã desta terça-feira.


Esse tipo de serviço, que demanda uma logística operacional especifica, é realizado periodicamente pela equipe da Sedema, mas este ano, com o registro de três episódios climáticos de grande porte, tempestades com a incidências de raios e ventos fortes, a demanda para o serviço aumentou consideravelmente na cidade toda, principalmente nas áreas verdes, inclusive no próprio Parque da Rua do Porto.

Este local passa por vistoria pelo encarregado que registra e comunica à equipe de

manutenção. Outras vezes, os próprios usuários comunicam a Secretaria algum fato intercorrente registrado neste espaço de lazer muito procurado pelos piracicabanos para prática de esportes e passeios com a família.

Fonte: Blog SEDEMA


15/05/2019


# Vem pro Horto 2019



Crianças e pais, venham participar conosco desse momento de brincadeiras e contato com a natureza!!!

No mês do Dia Internacional do Brincar, teremos contação de histórias, caça ao tesouro, BrincaYoga e muito mais!

Importante: as crianças devem estar acompanhadas de seus responsáveis!

Vem Brincar no Horto!

Data: 19/05/2019
Horário: 9h00 ás 12h00
Local: Área de Visitantes da Estação Experimental de Tupi - Horto de Tupi
SP 304 - Rodovia Luiz de Queiroz - KM 149 / Estrada Rissieri Furlan, s/n - Tupi, Piracicaba - SP, 13428-400


Próximos encontros do Programa # Vem pro Horto

"Oficina de Manejo de Trilhas para Ciclismo"
Data: 25/05/2019
Horário: 9h00 ás 12h00
Local: Área de Visitantes da Estação Experimental de Tupi - Horto de Tupi
SP 304 - Rodovia Luiz de Queiroz - KM 149 / Estrada Rissieri Furlan, s/n - Tupi, Piracicaba - SP, 13428-400

"Vem Passarinhar" - com o Biólogo Waldir Felipe
Data: 02/06/2019
Horário: 9h00 ás 12h00
Local: Área de Visitantes da Estação Experimental de Tupi - Horto de Tupi
SP 304 - Rodovia Luiz de Queiroz - KM 149 / Estrada Rissieri Furlan, s/n - Tupi, Piracicaba - SP, 13428-400

Mais Informações: https://hortodetupi.wixsite.com/vemprohortotupi


25/04/2019


Pelotão Ambiental em nova sede.



A partir de segunda-feira, 29, o Pelotão Ambiental estará atendendo na nova sede, mais ampla e funcional, localizada dentro do Parque Natural de Santa Terezinha, na Rodovia SP-304, Km 169.

Durante 22 anos o PA funcionou no Bairro Água Branca. O grupamento trabalha em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sedema) no cumprimento de leis e medidas administrativas.

Com uma equipe de 15 pessoas, o Pelotão Ambiental atua no atendimento das chamados para averiguar perturbações de sossego público, invasão de área verde, podas e supressão de árvores (retiradas), injuria de árvores, envenenamento, lixo e resíduos em área pública, fiscalização de ambulantes, criação de galinha em área urbana, apreensão de animais de grande porte, maus tratos, fiscalização de trailer e muitas outras solicitações.

Em razão da mudança de endereço, o PA - Pelotão Ambiental da Guarda Civil de Piracicaba, até a meio dia da segunda-feira, 29, os atendimentos estarão restritos pelo telefone 3426.4307.

Fonte: BLOG SEDEMA


25/04/2019


Obras no Centro de Lazer Vila Real, Jardim Califórnia, continuam esta semana.




Esta semana, continua o serviço de concretagem no Centro de Lazer Vila Real, Rua Virgílio Leme dos Santos, Jardim Califórnia. Esta obra faz parte do pacote de obras de benfeitorias que a Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) vem executando em praças e centros de lazer da cidade.

O Centro de Lazer Vila Real localizado na Rua Virgílio Leme dos Santos, Jardim Califórnia.

Respeitando a natureza - concretagem da pista de caminhada do CL Jd. California.
receberá academia ao ar livre, pista de caminhada e playground. Neste primeiro momento serão efetuados: serviço de concretagem da base instalação da academia, iluminação. Em seguida, o local receberá brinquedos novos, mobiliário (bancos de concreto, lixeira, suporte informativo e placas) e plantio de grama esmeralda.

Desde o início janeiro de 2019 vários bairros estão sendo Jardim Gilda, Jardim Antúrios, Santo Antônio, Vila Cristina, Vila Real (Jardim Califórnia), Eugenio Montebello, Praça Kyoshi Mizuhira (Vila Monteiro), Ipanema (Jardim Amã), Praça do Jardim Oriente e Anhumas.

De 2009 até o momento, a Prefeitura, por intermédio da Sedema, e, em parceria com a Selam também, instalou 80 academias em muitos bairros da cidade. A da Vila Real, jardim Califórnia, faz parte do pacote entre as outras 11, que estão sendo implantadas esse ano pela Prefeitura.

Estas academias, instaladas em diferentes pontos da cidade vem contribuindo de forma muito significativa para promover uma mudança no hábito do piracicabano na busca por uma melhor qualidade de vida.

Com a instalação desses equipamentos mais próximos aos munícipes, em várias comunidades, facilita o acesso das pessoas na sua busca por uma opção de lazer relacionada a atividade física.

As atividades físicas possibilitam o combate ao sedentarismo, um dos maiores males da sociedade contemporânea com relação a saúde. Além disso, possibilitam uma maior autonomia para que as pessoas possam fazer seus exercícios nos aparelhos e equipamentos dessas academias, praças e parques públicos em muito bairros da cidade.



22/04/2019


Lançamento do "Educatrilha na Escola" 2019 é nesta quarta, 24




Educatrilha - concurso de projetos de educação ambiental e formação de formação de professores no Horto de Tupi.



Na quarta-feira, 24, acontece o lançamento do Programa de Educação Ambiental Educatrilha na Escola, a partir das 19 horas, no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação, localizado na Rua Cristiano Cleopath, 1902 ? Bairro dos Alemães.

Realizado pela Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba Sedema e pelo Instituto Florestal, o Educatrilha conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, da Diretoria de Ensino da Região de Piracicaba, da Fundação Florestal, da ESALQ (Laboratório de Educação e Política Ambiental - OCA e Grupo de Estudos Desafios da Prática Educativa - GEDePE) e do Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental (GMEA).

O Projeto tem como objetivo integrar as visitas à Estação Experimental de Tupi a processos de educação ambiental críticos e permanentes através de um concurso envolvendo escolas municipais, estaduais e particulares.

O "EducaTrilha na Escola" é um concurso de projetos de educação ambiental voltado para as escolas públicas e particulares de Piracicaba, incluindo visitas à Estação Experimental de Tupi.

Os objetivos do Educatrilha na Escola são:

- Fomentar processos crítico-reflexivos, participativos, contínuos e permanentes de educação ambiental nas escolas, comprometidos com os princípios das Políticas Nacional, Estadual e Municipal de Educação Ambiental (PNEA, PEEA e PMEA);
- Estimular o desenvolvimento de visitas escolares na Estação Experimental de Tupi, integradas a processos de educação ambiental nas escolas e com metodologias que valorizem as especificidades desse espaço educativo;
- Valorizar e desenvolver a liderança docente no planejamento, execução e avaliação dos processos de educação ambiental a serem desenvolvidos nas escolas, envolvendo as visitas na Estação Experimental de Tupi;
- Ser um projeto de referência para a construção de políticas públicas de educação ambiental inovadoras com o público escolar nas áreas protegidas do Estado de São Paulo e do município de Piracicaba, bem como áreas verdes e parques urbanos.

A premiação do Concurso é realizada por categorias das escolas participantes e o prêmio caracteriza-se como uma viagem pedagógica com representantes das escolas (professores, coordenadores ou gestores) a uma área protegida do Estado de São Paulo, integrante do Sistema Ambiental Paulista, definida de forma conjunta pela equipe organizadora e participantes dos encontros formativos. Os critérios de pontuação foram construídos com base nas Políticas Estadual e Municipal de Educação Ambiental e nas demandas da Diretoria de Ensino da Região de Piracicaba e da Secretaria Municipal de Educação de Piracicaba

Serão oferecidos encontros formativos aos professores, sendo disponibilizadas vagas para 20 escolas, onde poderão participar até 2 professores por escola, totalizando 40 participantes por encontro. Caso o número de interessados seja abaixo de 40 serão disponibilizadas mais vagas para professores por escola, considerando-se a ordem de inscrições por data.

A primeira edição do programa, no formato de concurso de projetos, aconteceu em 2018 e surgiu a partir dos resultados de um projeto de pesquisa que analisou o papel educativo de visitas escolares em áreas protegidas, bem como se insere no contexto de busca por aprimoramento das políticas públicas com o público escolar em áreas protegidas do Estado de São Paulo e áreas verdes/parques urbanos do município de Piracicaba.

Serviço:

Lançamento do Educatrilha na Escola - 2019

Data 24/04/2019
Horário: 19 Horas
Local: Anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação
Rua Cristiano Cleopath, 1902 Bairro Alemães Piracicaba


10/04/2019


Parque de Lazer do Bongue será inaugurado e denominado no domingo, 14/04




A Prefeitura inaugura no domingo, 14/04, a partir das 8h, o Parque de Lazer do Bongue Orlando Louvandini, localizado às margens do rio Piracicaba, na avenida Jaime Pereira. Implantado em uma área de mais de 10 hectares, entre os bairros Jupiá e Bongue, o espaço possui estacionamento, pista de caminhada, aparelhos de ginástica, playground, bancos, lixeiras, bebedouros e iluminação ornamental. O parque, fruto de parceria entre a Prefeitura e a Damha Empreendimentos, não teve custo para o município.



Vista geral do Parque de Lazer do Bongue Orlando Louvandini, que será inaugurado no domingo, 14/04

A cerimônia de inauguração, para a qual toda a população está convidada, começa às 8h, com aula de yoga. Depois, haverá aula de zumba, com equipe da Academia Bio Ritmo, seguida da apresentação da banda Lira Guarany. Às 10h, acontecerá a entrega e denominação do parque. Depois, tem mais música com a Lira Guarany e aula de macroginástica. Serão instalados no local, brinquedos infantis. As atividades seguem até as 13h.

LAZER E SAÚDE ? O Parque de Lazer do Bongue possui 9,7 hectares de área de preservação permanente e 1,2 hectare destinado ao parque, propriamente dito. Para o prefeito Barjas Negri, o espaço se faz necessário devido ao crescimento da região em que se localiza, a Oeste, que recebeu diversos condomínios. O Parque do Bongue será um local de lazer e de prática de atividades físicas, para estimular o cuidado com a saúde da população. Está localizado em um ponto estratégico para atender a população do Jupiá, Bongue e de toda a região, que tem ganhado vários condomínios, disse o prefeito.



Academia de ginástica ao ar livre é um dos equipamentos do Parque de Lazer do Bongue Orlando Louvandini

Além de possibilitar exercícios e caminhadas, o Parque de Lazer será um espaço para contemplação da natureza e descanso. Nesse sentido, foi pensado um projeto paisagístico pela Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), em parceria com a Damha. Na área, foram plantados diferentes tipos vegetais, sendo eles arbóreas, palmeiras e grama. A escolha das espécies utilizadas levou em consideração o aspecto visual da planta, ou seja, as texturas - dos caules e das folhas -, a altura, a forma das copas, as cores das flores e folhas e os frutos. Além dos aspectos visuais, foram estudados a ocupação e o desenvolvimento dos elementos arbóreos no espaço, a fim de estruturar e transformar a paisagem urbana. Entre as 20 espécies sugeridas estão o alecrim-de-campinas, sombreiro, embiruçu, sapucaia, jequitibá-rosa e rabo-de-cutia.



Estacionamento com vagas especiais no Parque: acessibilidade

O intuito é que essas espécies qualifiquem o local e proporcionem sensações agradáveis à população. A quantidade de vegetação utilizada amenizará a temperatura do local, além de proporcionar microclima ideal para o espaço. Vale ressaltar que as espécies selecionadas possuem características ornamentais e, devido à proximidade, da Área de Proteção Permanente (APP) do rio Piracicaba, utilizaram-se espécies nativas.

Outra preocupação foi criar um ambiente para atrair a fauna e atender à população. Por isso, haverá um pomar próximo à divisa do terreno com a área institucional e APP. Nele, serão introduzidos frutos nativos, que não são popularmente conhecidos, como araçá (amarelo e vermelho), cereja-do-rio-grande, abiu, pitanga (vermelha e preta), cajá-manga, entre outros.

?Com a inauguração desse teremos 23 parques em Piracicaba, todos utilizados com bastante intensidade pela população, que busca qualidade de vida. É fundamental para uma cidade como a nossa, onde um dos pontos mais importantes é a quantidade de verde. Inclusive, as pessoas que vêm a Piracicaba elogiam as áreas verdes, a arborização das vias públicas e isso é consequência de um projeto de governo que busca a sustentabilidade e a qualidade de vida?, disse José Otávio Menten, secretário de Defesa do Meio Ambiente.



Parque de Lazer está equipado com bebedouros (foto), além de outros mobiliários, como bancos

PAIXÃO PELO RIO ? Além da entrega do parque, acontecerá também a sua denominação, como Orlando Louvandini. O homenageado era filho de José Louvandini e de Rosa Tornizielo e nasceu em 05 de outubro de 1935, na Vila Rezende. Foi casado com Helena Francisca Ometto Louvandini, com quem teve os fihos José Antonio, Wilson e Helder. Estudou no Senai, onde se formou como torneiro mecânico, em 1954.

Atuou na Polícia Rodoviária, onde chegou a 3º sargento. De 1982 a 1988, trabalhou na Prefeitura de Piracicaba. Louvandini foi um dos fundadores da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Em sua atuação como voluntário, cozinhava em jantares e festas beneficentes, nos quais arrecadava recursos para instituições filantrópicas. Apaixonado pelo rio e pela região da Rua do Porto, morou na avenida Beira até sua morte, em 05 de setembro de 2016.

SERVIÇO - Inauguração e denominação do Parque de Lazer do Bongue Orlando Louvandini, na avenida Jaime Pereira. Dia 14/04, das 8h às 13h, com aula de yoga, de zumba e de macroginástica e apresentação musical da banda Lira Guarany. No local serão instalados brinquedos infantis.

Fonte: CCS



09/04/2019


Prédio da Cooperativa Reciclador Solidário é ampliado




O prefeito Barjas Negri entregou, na tarde de sexta-feira, 05/04, a sede da Cooperativa Reciclador Solidário, que passou por obras de ampliação, com a construção de novos banheiros, refeitório e cozinha, entre outros espaços. A área construída passou de 1.518 para 2.920 metros quadrados e, com as mudanças, a cooperativa está apta a receber até 70 trabalhadores. Hoje, esse número é de 56 cooperados, que separam aproximadamente 250 toneladas de materiais por mês. A sede fica na avenida das Ondas, 6.700, bairro Ondinhas.

Área construída da Cooperativa Reciclador Solidário passou de 1.518 para 2.920 metros quadrados: apta para até 70 cooperados.

As obras consistiram na construção de sanitários masculino e feminino, equipados com chuveiros, além de refeitório com cozinha, escritório com banheiro, salas de aula e de reuniões e almoxarifado. Foram construídas, ainda, fossas sépticas, para o caso de futuras ampliações, e dois reservatórios de água, com 25 mil litros cada, além de nova estrutura elétrica.

O prefeito Barjas Negri e a presidente da cooperativa, Ednalva de Souza
Ednalva Inês Correa de Souza, que está no terceiro mandato como presidente da Cooperativa, conta que os cooperados aprovaram a ampliação. A qualidade de vida melhorou muito. É daqui que quase 60 pessoas, a maioria mulheres, arrimos de família, tiram seu sustento, disse Ednalva. São muito anos de luta e agora veio a conquista. Gostaria de agradecer ao prefeito Barjas Negri por enxergar os recicladores como profissionais que merecem trabalhar com dignidade. É uma grande conquista minha e dos meus companheiros de trabalho, disse Ednalva.

Elissandra Alves da Cunha, 34 anos, é cooperada há 1 ano e cinco meses: ampliação aprovada.

A área total da Cooperativa é de 10,2 mil metros quadrados. Além do local para a separação do material, conta com pátio para circulação de caminhões. Está equipada com balança com capacidade para até 60 toneladas e com esteira de 20 metros. A Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) também plantou árvores em todo o espaço que limita a área da Cooperativa, formando uma proteção paisagística, que também serve de isolamento, impedindo que materiais leves possam chegar à área externa.

Em sua fala, o prefeito Barjas Negri lembrou dos tempos do aterro e lixão do Pau Queimado, onde trabalhalhavam 300 pessoas, em condições inadequadas. "Acabamos com o aterro do pau Queimado, que era insalubre e ultrapassado. Foi preciso ajudar parte daquelas pessoas e aí foi criada a cooperativa. Em um primeiro momento, o pessoal ficou em um barracão na avenida 31 de Março. Em 2008, a gente acertou uma forma de trabalhar, arrumou parte dos equipamentos. Mas ainda estávamos devendo: faltava uma estrutura melhor. Podem existir problemas, mas avançamos de forma significativa e esperamos que os cooperados sejam sempre qualificados e orientados para que possamos cada vez mais melhorar a coleta seletiva na cidade', disse Barjas.

Para o prefeito Barjas Negri, ampliação e melhoria nas condições de trabalho vai aumentar produtividade

O secretário de Defesa do Meio Ambiente. José Otávio Menten, lembrou que o prefeito assumiu o compromisso de dar atenção especial à Cooperativa, tendo em vista uma das prioridades do seu governo, que é a sustentabilidade. Uma das nossas prioridades é a coleta seletiva e destinação correta desses materiais, que, além de terem um impacto ambiental muito importante, ainda geram emprego e renda para dezenas de pessoas. Essas pessoas trabalham hoje em um local digno, com toda infraestrutura que pode dar condições de um trabalho ainda mais eficiente. Essa conquista é resultante de uma união de várias secretarias e de toda a equipe da Sedema, observou Menten.

SUSTENTO E PAIXÃO - Elissandra Alves da Cunha, 34 anos, é cooperada há 1 ano e cinco meses. 'Tiro daqui o sustento dos meus três filhos, de 2, 4 e 10 anos. A reforma ficou muito boa. Facilitou nossa vida', disse. Francisca Maria da Conceição, 64 anos, a Zazá, era uma das mais empolgadas na entrega da nova sede. Pernambucana, escolheu Piracicaba para viver há quase quatro décadas e a Cooperativa Reciclador Solidário para trabalhar há 13 anos. Trabalhou em restaurante