SEDEMA em AÇÃO - Sedema zera solicitações via SIP-156 que estavam em atraso

SEDEMA em AÇÃO - Sedema zera solicitações via SIP-156 que estavam em atrasoSEDEMA em AÇÃO - Sedema zera solicitações via SIP-156 que estavam em atraso

SEDEMA em AÇÃO






Secretário: Alex Gama Salvaia



A SEDEMA - Secretaria de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba, vem executando diversas obras e melhorias visando maior conforto da população de nossa cidade.






DESTAQUE




24/01/2021

Sedema zera solicitações via SIP-156 que estavam em atraso



Autor: Andressa Mota

O foco da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) em fortalecer cada vez mais o Serviço de Informações à População (SIP) ? 156 continua. Para isso, a Pasta zerou hoje, 21/01, as solicitações que estavam em atraso no acumulado dos últimos anos até 2021. A Sedema é a secretaria mais requisitada por meio deste canal da Prefeitura de Piracicaba.

Em 31/12/2021, a Pasta já havia reduzido em 84% as solicitações ainda sem resposta, se comparado com o fechamento de 2020. Em 31/12/2021, 238 solicitações estavam em atraso. Em 31/12/2020 eram 1.516. O prazo para responder a cada solicitação é de sete dias úteis.

"Todo serviço que o município precisa que seja executado deve ser solicitado pelo SIP-156, que é uma das principais ferramentas de contato da população com a Sedema. Por isso, durante todo 2021 trabalhamos para que esse canal fosse fortalecido, desde a otimização do tempo de resposta para cada solicitação até a execução do serviço, por meio do alinhamento, da forma mais eficaz possível, que fizemos da logística de execução deles por parte das empresas terceirizadas", avalia o titular da Sedema, Alex Gama Salvaia.

De acordo com balanço anual, a Sedema recebeu 26.687 solicitações via SIP-156 durante 2021 e representou 52,3% de todas as solicitações recebidas pela Prefeitura por meio deste canal no ano passado. Cada solicitação, ao chegar à Sedema, segue um fluxo de avaliação interna na Pasta para execução, considerando, em especial, questões técnicas e jurídicas. As principais solicitações são dos serviços de Cata-cacareco, de arborização e de controle e fiscalização.

CATA-CACARECO - O serviço de Cata-cacareco faz o recolhimento de móveis e utensílios que não servem mais e que os munícipes querem dispensar, como fogão, geladeira, guarda-roupas, sofá, mesa, cadeiras, colchões, etc. Apenas esse serviço recebeu 10.842 solicitações em 2021, das quais todas já foram respondidas e 92% foram executadas. As demais seguem em análise para serem executadas ou não cumprem os requisitos do serviço, que não recolhe entulhos, resto de construção civil e pneus, por exemplo, e o solicitante já foi orientado.

ARBORIZAÇÃO - O setor de Arborização recebeu 3.881 solicitações no ano passado, também todas foram respondidas. Todas as solicitações do setor, como poda e supressão de árvores, seguem um Procedimento Operacional Padrão (POP), a partir do qual cada solicitação é analisada por técnicos da Sedema, tanto questão burocrática quanto prática, por meio de vistoria no local. Desta forma, são executadas poda ou supressão apenas nos casos que atendem a legislação.

FISCALIZAÇÃO - Já o setor de Controle e Fiscalização, por sua vez, recebeu e respondeu 3.464 solicitações durante 2021, das quais os fiscais já foram até o local ou a vistoria já está agendada. Esse setor é responsável por receber denúncias e reclamações a respeito de diversos assuntos, como mato alto em terreno particular, acúmulo de entulho, anúncios publicitários com tamanhos inadequados, entre outros.


20/01/2021

Equipes da Prefeitura trabalham na limpeza e manutenção da cidade após as fortes chuvas de ontem, dia 18/01



Autor: Ivanise Pachane Milanez

As fortes chuvas que caíram na noite de ontem, terça-feira, 18/01, castigaram a cidade. A Prefeitura agiu rapidamente e colocou equipes de várias secretarias para trabalhar e minimizar os efeitos. Foram registrados alagamentos, com danos no asfalto na avenida 31 de Março, rua Santa Cruz atrás do Teatro Municipal Dr. Losso Netto, avenida Armando de Salles Oliveira, na região dos bairros Santa Rosa, Godinho e Bongue. Na comunidade Frederico, próximo ao Bosques do Lenheiro, uma árvore caiu sobre uma residência e foi removida pelo Corpo de Bombeiros. Não houve vítimas.

O volume de chuvas ontem, de acordo com o Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (Ciiagro), foi de 83,8 mm, o que elevou a altura do rio Piracicaba de 1,68 metro para 2,73 metros, com vazão a 183 m3/s, de acordo com o Sistema de Alerta a Inundações de São Paulo (SAISP).

Já na noite de ontem, equipes da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) começaram a atuar. Na manhã desta quarta-feira, 19/01, as equipes da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema) e Secretaria de Obras (Semob) iniciaram os trabalhos de manutenção e limpeza de galerias de águas pluviais, bocas-de-lobo, retirada de galhos e limpeza nas calçadas.

De acordo com informações da Semob, no bairro Maracanã, na rua João Ferreira da Costa, houve afundamento do asfalto em uma galeria de água pluvial. A equipe da operação Tapa-buraco trabalha na solução do problema.

De acordo com Odair Mello, da Defesa Civil, em vários pontos da área rural, os ribeirões transbordaram, alagando estradas e interditando os locais. "No bairro Godinho, na Estrada do Meio, em dois pontos, houve carreamento de blocos de pedras em direção à estrada, o trabalho de remoção de pedras grandes e volumosas será realizado pela Sema", explicou.

Um dos locais mais atingidos pelo acúmulo de lama foi a avenida Adiel Paes Zamith, no bairro Santa Rosa. Um córrego no bairro foi obstruído por troncos de árvores e a equipe da Semob já faz a retirada do material com escavadeira hidráulica.

Outro ponto crítico foi na rua Amazonas, bairro Higienópolis, em local onde o Semae havia feito um conserto na tubulação de água. Com as chuvas de ontem, o material foi levado para a avenida 31 de Março e está sendo removido.

No bairro Bongue, São Francisco, uma galeria de água se rompeu, causando alagamento em várias residências.

MONITORAMENTO - A Defesa Civil também continua monitorando a situação do rio Piracicaba. As pessoas que vivem em áreas de risco e se sentirem em perigo podem ligar para os telefones 199 (Defesa Civil) e 153 (Guarda Civil), Corpo de Bombeiros (193) e solicitar apoio.


06/01/2021

Concurso vai escolher logotipo do Departamento de Bem-estar Animal




Autor: CCS

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), promove concurso de criação do logotipo para o Departamento de Bem-estar Animal. O concurso teve início ontem, 05/01, e será encerrado no domingo, 30/01.

Para participar, é necessário ser artista, designer gráfico, diagramador ou profissional ligado à área de propaganda e marketing e ser seguidor do Instagram da Sedema - @sedemapira. O logo deve estar no formato padrão para logomarcas, PNG e deve ser enviado por meio do Instagram da Sedema.

O logo vencedor será escolhido pelos seguidores do Instagram da Sedema, com votação nos stories: quem tiver mais votos, vence. O resultado será divulgado nas redes sociais da Sedema.

O vencedor do concurso terá destaque nos meios de comunicação da Prefeitura e o logotipo será utilizado nos materiais impressos e digitais do Departamento de Bem-Estar Animal. O primeiro colocado ganhará, ainda, um prêmio, que será revelado até o dia 15/01.

O Departamento de Bem-Estar Animal está ligado diretamente à Sedema, que trabalha em conjunto com o Disk Animais, que atende os seguintes animais, cavalos, ruminantes, bovinos, ovinos e caprinos, além dos canídeos e felinos, e a Divisão de Controle e Fiscalização do Setor de Zoonoses, da Secretaria Municipal de Saúde. Seu objetivo é garantir a defesa e a proteção dos animais. Além disso, oferece atendimento às necessidades básicas e medidas de saúde dos animais domésticos.

O Departamento de Bem-Estar Animal tem como metas, desenvolver e formular projetos e ações que atendam as necessidades e proteção da integridade e saúde dos animais, solucionando demandas de interesse da população por meio de ações integradas às secretarias municipais, fiscalizando maus-tratos a animais de pequeno, médio e grande porte. E, implementa medidas de estadia, liberação, leilão ou adoção, saúde e medidas preventivas para imunizar e vacinar os animais, bem como promover o controle populacional.

Além disso, o Departamento planeja e executa campanhas educativas para posse responsável, castração e quaisquer outras melhorias à qualidade de vida dos animais, realizando atendimentos veterinários e tratamentos de animais enfermos.

SERVIÇO - Concurso para criação do logotipo do Departamento Bem-Estar Animal. Envio dos trabalhos até 30/01. Para participar, é preciso ser seguidor do @sedemapira. Esclarecimento de dúvidas pelo Instagram: @sedemapira


06/01/2021

Prefeitura realiza Animaférias no Zôo de Piracicaba




Autor: CCS

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), realiza de 18 a 21/01, no Zoológico, o Animaférias, uma semana inteira de atividades lúdicas voltadas para crianças de 7 a 10 anos, que envolvem bem-estar animal e educação ambiental. As ações são coordenadas pelas equipes do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) e do Zôo e irão acontecer das 9h às 12h. Para participar é preciso que pais ou responsáveis pelas crianças façam a pré-inscrição até dia 11/01, preenchendo o formulário disponível no link: https://forms.gle/VK1KQvUzHAGWBWi29. A criança também tem de ter disponibilidade para participar de todas as atividades oferecidas.


O Animaférias 2022 tem como slogan De Volta ao Lugar mais Animal da Cidade. Na programação estão incluídas brincadeiras em grupo, jogos e atividades lúdicas que abordarão assuntos relacionados à rotina de trabalho do Zôo, bem-estar animal e impactos causados na biodiversidade pelo consumo excessivo e o descarte irregular de resíduos.

Os principais destaques da programação serão a visita noturna ao Zôo, principalmente para observar os recintos dos felinos, animais estes difíceis de avistar durante o dia, já que têm hábitos noturnos. Também será oferecida a oficina Os Animais Também Brincam, que ensinará a fazer brinquedos para os animais, e a caça ao tesouro Pegue a Pegada, além de outros jogos e atividades de integração, percepção ambiental, conhecimentos e interação sobre os temas flora e fauna.

O Animaférias faz parte do Programa de Educação Ambiental do Zôo de Piracicaba (Preá) e tem como um de seus objetivos estimular a percepção das crianças em relação ao meio em que vivem e contribuir para a formação de uma consciência de que todos os seres fazem parte de uma mesma natureza.

O funcionário público Antônio de Paula Júnior, que visitava o Zôo na manhã de hoje, 04/01, disse que vai inscrever a filha Luana, 7 anos, no Animaférias. Incentivada pelos pais, Luana adora animais e cuida de um cachorro, uma calopsita e de periquitos. A mãe Alexandra Cristina de Aguiar disse que sempre incentivou os filhos a conviverem com animais. "Na minha opinião, os laços se estreitam, pois exercitamos o afeto e a responsabilidade uns com os outros. Vamos, sim, inscrever a Luana na programação de férias para ela aprender mais e se divertir", contou Alexandra.

A programação completa está disponível no site do Núcleo de Educação Ambiental da Sedema: www.neasedema.wixsite.com/educacaoambiental

SERVIÇO - Animaférias. Mais informações no Núcleo de Educação Ambiental - Parque do Mirante, av. Maurice Allain, 77, Vila Rezende, telefone (19) 3417-9494. Gratuito.


23/12/2021

Prefeitura realiza obras de manutenção nas principais entradas do município



Autor: Matéria e fotos- Maurício Cantoni

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), concluiu nesta quinta-feira, 23/12, as obras de manutenção nas principais entradas do município.

Além da capinação, a secretaria refez a pintura em todos os letreiros com o nome da cidade, existentes nas entradas com acesso pelas rodovias Fausto Santomauro (Rio Claro), SP-147 (Limeira) e Cornélio Pires (Tietê). O letreiro onde se lê "Bem-Vindo", com acesso pela rodovia Luiz de Queiroz/avenida Pádua Dias também recebeu uma nova pintura. A ação foi realizada em parceria com a empresa Ecoterra.

O titular da Sedema, Alex Gama Salvaia, lembrou que esse trabalho de zeladoria é feito de maneira constante, com o intuito de valorizar o município, contribuindo também para a limpeza, segurança e qualidade de vida de todos os moradores.

"Acreditamos que este cuidado com a cidade também será notado pelos inúmeros turistas que devem circular pelas estradas da região e que virão a Piracicaba durante as festividades de final de ano e período de férias escolares", frisou Salvaia.




23/12/2021

Atividade destaca a importância do Jardim Botânico como espaço de conservação, pesquisa e educação ambiental


Autor: Texto: João J. Souza/CCS Fotos: Elizabeth Silveira Nunes/Sedema

A Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) realizou neste mês a primeira edição da atividade educativa denominada "Conheça o Jardim Botânico de Piracicaba". O objetivo é aproximar e integrar os moradores do entorno ao processo de estruturação e implantação do Jardim Botânico, mostrando a importância do local como espaço de conservação, pesquisa, educação ambiental e lazer contemplativo.

No primeiro dia, a atividade reuniu 32 pessoas e foi realizado um passeio pela biodiversidade da flora, mediado pelos professores da Esalq/USP, Vinícius Castro Souza e Flávio Bertin Gandara. A programação teve início com uma roda de conversa para o esclarecimento de dúvidas da comunidade sobre o Jardim Botânico e seguiu com uma caminhada pela trilha às margens da lagoa do Santa Rita, com informações sobre as características da floresta original da região: a Floresta Estacional Semidecidual da Mata Atlântica.

Para complementar a programação, no segundo dia, foi realizada uma atividade de Observação de Aves, com 14 participantes, intermediada pela zoóloga Maria Eliana Navega-Gonçalves e pela bióloga Graziela Rocha Lima.

Na ocasião, Maria Eliana comentou sobre o levantamento da avifauna, realizado na área, que identificou aproximadamente 100 espécies de aves. Ao longo da observação, os participantes puderam visualizar 46 espécies, entre elas Mergulhão-caçador; Pomba-asa-branca; Rolinha-roxa; Avoante; Anú-branco; Anú-preto; Galinha-d'água; Quero-quero; Coró-coró; Gavião-carijó; Coruja-buraqueira; Pica-pau-do-campo; Carcará; Periquito-de-encontro amarelo; Periquitão; Choró-boi; Choca-barrada; Arapaçu-do-cerrado; João-de-barro; Curutié; João-teneném; Petrim; Ferreirinho-relógio; Risadinha; Guaracava-de-barriga-amarela; Lavadeira-mascarada; Suiriri-cavaleiro; Tesourinha (savana); Andorinha-pequena-de-casa; Sabiá-barranco; Sabiá-poça; Pardal; Fim-fim; Tico-tico e Encontro.

Elizabeth Silveira Nunes, bióloga do Núcleo de Educação Ambiental da Sedema, explica que "espera-se, a partir desses encontros, proporcionar outras atividades educativas no local, integrando moradores do entorno e também moradores da cidade como um todo, com o objetivo de divulgar a importância do Jardim Botânico de Piracicaba", concluiu.

JBP- O Jardim Botânico de Piracicaba foi criado por meio do Decreto nº 17.377, de 26 de janeiro de 2018. Está dividido em três áreas distintas, no entorno da lagoa e Viveiro Municipal, no Santa Rita, anexa ao Parque do Engenho Central e no Parque Natural da Cidade, situado em Santa Teresinha.

Vinculado à Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), o JBP exercerá suas atividades de conservação, pesquisa e educação ambiental no âmbito da administração municipal. A proposta de criação do Jardim Botânico surgiu com o objetivo de conservação da flora regional, especialmente das formações de Floresta Estacional Semidecidual do bioma Mata Atlântica, que constituem a vegetação característica de Piracicaba.


10/12/2021

Prefeitura inicia operação especial de conservação e segurança em corredores comerciais


A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) e da Guarda Civil iniciou hoje, quinta-feira, 09/12, ações de conservação e monitoramento ostensivo de praças e ruas dos principais corredores comerciais do município neste período de festas de final de ano. O objetivo é garantir um espaço limpo e seguro para que a população possa circular pelos locais e realizar compras.

Guarda Civil ampliará as rondas nos locais e ainda manterá uma viatura na Praça José Bonifácio para atender qualquer eventualidade. A Sedema percorrerá, com suporte da Guarda, espaços em dias alternados para recolher materiais inservíveis, entulhos, lixo e sucata. Nos locais em que houver necessidade, também será realizada a lavagem de bancos, calçadas e áreas com dejetos.

Além do corredor comercial central, operação também percorrerá os corredores comerciais da Vila Rezende, Paulista, São Dimas, Santa Teresinha e Piracicamirim.


09/12/2021

Núcleo de Educação Ambiental disponibiliza material sobre primatas



Autor: Ivanise Pachane Milanez

A Prefeitura disponibilizou, para educadores e população em geral, o material educativo Educação Ambiental para a Proteção dos Primatas, elaborado pelo Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (NEA/Sedema), responsável pela Educação Ambiental do Zoológico. O conteúdo pode ser acessado no link:



ZOO de Piracicaba



Na publicação há propostas de jogos e brincadeiras que podem ser realizadas na escola pelos professores ou em uma visita ao Zoológico. O material sugere também jogos, que podem ser realizado entre familiares e amigos, não se restringindo apenas ao ensino formal.

A publicação tem como objetivo contribuir com as ações educativas para conservação dos primatas e da biodiversidade brasileira. Sua elaboração surgiu a partir da campanha Somos todos Primatas, realizada pela Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), em parceria com a Sociedade Brasileira de Primatologia (SBPr), que pretende sensibilizar a sociedade sobre a importância da conservação desses animais, mais especificamente de seis espécies: sagui-da-serra-escuro, muriqui-do-sul, sauim-de-coleira, mico-leão-da-cara-dourada, macaco-prego-do-peito-amarelo e macaco-aranha-de-testa-branca, todas ameaçadas de extinção.

O material apresenta conhecimentos gerais e curiosidades sobre todas as espécies de primatas que vivem no Zoológico de Piracicaba, propondo reflexões sobre a importância desses animais e as ameaças que eles sofrem, a partir da degradação ambiental, sobretudo do desflorestamento, prática que impacta toda a biodiversidade.

PROTEÇÃO - A Sociedade Brasileira de Primatologia (SBPr), instituição sem fins lucrativos de atuação científico-cultural que existe desde 1979. Ela atua para manter vivo o estudo científico da primatologia e sua importância na prática de conservação dos primatas, a partir de diálogo entre a instituição, sociedade civil, autoridades e outras corporações científicas. Por meio de pesquisas, cursos e atividades multidisciplinares, a SBPr auxilia na preservação dos primatas brasileiros.


06/12/2021

Prefeitura planta mais 245 mudas de árvores em área do Jardim Botânico, no Santa Rita



Autor: Ivanise Pachane Milanez

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), realizou o plantio de 245 mudas de árvores de espécies nativas no Jardim Botânico de Piracicaba, na área localizada no bairro Santa Rita. Foram inseridas mais de 40 espécies de árvores, como jaborandi, guatambú-amarelo, guarantã, cabreúva, peroba-rosa, pau-marfim, jequitibá-branco, aldrago, babosa-branca, jequitibá-rosa, árvore-símbolo do Jardim Botânico, e algumas frutíferas, entre elas a grumixama, o jenipapo e a cabeludinha.

O plantio foi realizado nas imediações do Viveiro Municipal de Mudas, área de aproximadamente oito hectares, que inclui uma lagoa. A vegetação ali é composta por um misto de espécies nativas e exóticas, plantadas ou que surgiram espontaneamente. Ao longo do tempo, deve ocorrer uma diversificação de espécies, por meio de plantios como o realizado, ou espontaneamente.

Para o plantio, a equipe da Sedema utilizou hidrogel, produto que ajuda a reter no solo a água das chuvas. O hidrogel é um polímero, que vira gel quando misturado à água.

A área do Jardim Botânico no Santa Rita conta com sede administrativa de 100 m², com recepção, sala administrativa, copa e sanitários. As intervenções necessárias para as atividades do Jardim Botânico de Piracicaba incluirão, ainda, cercamento da área com gradil metálico, execução de trilhas, implantação de coleções botânicas, além da construção do centro de convivência e de outras estruturas necessárias ao desenvolvimento de atividades, com destaque para a produção de mudas, educação ambiental, lazer contemplativo e a conservação da flora in situ e ex situ.

"A atual administração não tem medido esforços para viabilizar a implantação de novas estruturas e o fortalecimento da Instituição JBP, um espaço que beneficiará toda a população e prestigiará a biodiversidade. O objetivo final sempre é de ampliação dos espaços verdes e melhoria da qualidade de vida para todos", esclarece Alex Gama Salvaia, secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente.

O JBP - O Jardim Botânico de Piracicaba foi criado por meio do Decreto nº 17.377, de 26 de janeiro de 2018. Está dividido em três áreas distintas, no entorno da lagoa e Viveiro Municipal, no Santa Rita, anexa ao Parque do Engenho Central e no Parque Natural da Cidade, situado em Santa Teresinha.

Vinculado à Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), o JBP exercerá suas atividades de conservação, pesquisa e educação ambiental no âmbito da administração municipal. A proposta de criação do Jardim Botânico surgiu com o objetivo de conservação da flora regional, especialmente das formações de Floresta Estacional Semidecidual do bioma Mata Atlântica, que constituem a vegetação característica de Piracicaba.


06/12/2021

Prefeito assina contrato para implantação do projeto Ecopira


Autor: CCS

O prefeito Luciano Almeida assinou contrato para a execução do projeto Ecopira, que vai modernizar o sistema de gestão de resíduos nos ecopontos de Piracicaba. A iniciativa é uma das principais ações de planejamento estratégico da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema). O projeto foi aprovado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima) e pelo Fecop (Fundo Estadual de Prevenção e Controle de Poluição). Os recursos, no valor de R$ 1.050 milhão, virão por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Roberto Morais.

O projeto prevê readequação da iluminação, instalação de câmeras de segurança nos ecopontos do Jardim Oriente, Santo Antônio, Mário Dedini I e II, Monte Rey, Bosques do Lenheiro e Artemis.

Também serão construídos platôs, que facilitam o acesso para descarga de resíduos pesados, e adquiridas caçambas de 39m3. Para o funcionamento do sistema de platôs e caçambas, está incluso no projeto um caminhão com sistema hidráulico para esse tipo de caçamba. Esse sistema estará nos ecopontos do Jardim Oriente e Santo Antônio.

Hoje, os resíduos sólidos são depositados nos ecopontos em pilhas, direto no solo, onde permanecem até recolhimento e transporte para área de disposição final. De acordo com o secretário de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Alex Gama Salvaia, o novo modelo, além de contribuir para a estética e organização dos ecopontos, também evitará problemas como atos de vandalismo e incêndios criminosos, que hoje têm os ecopontos como alvo, devido ao acúmulo de materiais.

"Com a implantação do novo modelo de gestão, a logística do processo ficará mais ágil, já que o usuário deposita seus resíduos diretamente em caçambas do sistema Roll On. Quando cheias, o conteúdo é removido num caminhão com sistema hidráulico, específico para este tipo de transporte, até o destino final".

ENTENDA - Os ecopontos são equipamentos destinados à entrega voluntária de pequenos volumes de resíduos sólidos (até 1m³) por pessoa/dia. Eles estão preparados para receber resíduos da construção civil, poda de árvores, além de papelão, papéis, metal e plástico. Em Piracicaba existem 7 Ecopontos ativos, distribuídos nos bairros Mário Dedini I e II, Monte Rey, Bosque dos Lenheiros, Jardim Oriente, Ártemis e Santo Antonio.




25/11/2021

Adote uma Área: Elring Klinger faz parceria com a Prefeitura e inicia plantio de 5.000 mudas



Autor: Ivanise Pachane Milanez

A Elring Klinger do Brasil é a mais nova parceira da Prefeitura no programa Adote uma Área, que consiste na adoção e manutenção de áreas públicas por pessoas físicas e jurídicas. A empresa celebrou dois termos de cooperação para a restauração de Áreas de Preservação Permanente (APP) localizadas na rua Flávio Beltrame, ao lado da lagoa do Distrito Industrial Unileste, e na avenida Cristóvão Colombo, no Parque Conceição II. No total, serão plantadas 5.000 mudas de árvores nativas. As duas áreas juntas somam 2,4 hectares, o que corresponde a 24 mil metros quadrados.

As intervenções previstas visam a recuperação por meio de plantio de árvores nativas e manutenção das mesmas, incluindo coroamento, irrigação, controle de formigas e substituição, quando necessário. Os projetos foram elaborados pela equipe da Casa da Floresta, contratada pela empresa.

"Na área do Unileste foram plantadas 700 mudas provenientes do Viveiro Municipal. São espécies nativas que têm como objetivo formar uma floresta. Para este plantio foi realizado o preparo do solo, incluindo adubação e, após o plantio, foram feitas campanhas de irrigação para garantir que as mudas pegassem. Este plantio foi feito em mutirão com a equipe da Casa da Floresta e da Elring Klinger", detalhou Hiuller Vasconcellos Mendonça, engenheiro florestal da Casa da Floresta.

Para Mônica Cabello de Brito, diretora da Casa da Floresta, o plantio resultará em uma floresta em área urbana, o que promove aumento da biodiversidade e protege o solo. "Outro fato importante é que como há uso público do local, é necessário que seja realizado um processo educativo com as pessoas, porque é importante que os cidadãos tenham essa relação com as áreas naturais para contemplar, desfrutar da sombra e observar a fauna", explica Mônica.

Fernando Petrolino, diretor-geral da Elring Klinger, ressalta a importância desta parceria entre a empresa e a Prefeitura. "Outro objetivo importante é o de promover a compensação das emissões de CO² equivalentes como consequência das atividades industriais, bem como incluir os colaboradores da Elring Klinger em atividades de impacto socioambiental positivo, por meio do plantio dessas 5.000 mudas", ressaltou Petrolino.

"As análises das solicitações de adoção de áreas públicas são realizadas a partir das definições do uso a que se destinam as áreas, ou seja, se a área cuja adoção é pretendida é praça, parque, área verde, sistema de lazer e outros espaços. Com base nesta informação e na intenção do solicitante é definido o sistema de adoção e as intervenções necessárias", explica Juliana Gragnani, analista ambiental da Sedema, que integra a Comissão de Análise de Adoção de Áreas Públicas, que conta também com a engenheira agrônoma Clementina Rossin.

Entre os benefícios da restauração ecológica por meio de plantios florestais urbanos estão a criação de um microclima, que surge do sombreamento que garante sobrevivência de outras espécies florestais, além de animais e microorganismos, a conservação do solo em APPs, a fauna e o ressurgimento de espécies nativas.


ESCOLHA A SUA - Para obtenção da autorização para adoção de área no programa Adote uma Área, o interessado deverá formalizar a solicitação em requerimento padrão, acompanhado de croqui de localização e fotografias da área a ser adotada e cópia simples de alguns documentos. No caso da pessoa física, é preciso o documento de identidade do adotante; documento de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e comprovante de residência. Se a pessoa é jurídica, será necessário o contrato social da empresa, estatuto social ou documento similar de sua constituição; documento de inscrição no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas); Certificado de Licenciamento Integrado; e RG e CPF do representante legal.

Para adoção de áreas públicas com projeto técnico específico, além dos demais documentos exigidos, deverão ser apresentados um memorial descritivo e cronograma de execução das ações propostas; planejamento de manutenção da área; projeto de intervenção paisagística, de reflorestamento, de instalação de mobiliário urbano, com anotação de responsabilidade técnica devidamente quitada, entre outros documentos, a critério da Comissão de Análise.

SERVIÇO - Mais informações sobre as regras do Adote uma Área podem ser conseguidas com Juliana Gragnani (3403-1368), na Sedema.


24/11/2021

Sedema empossa comissão que vai acompanhar Plano Municipal de Resíduos Sólidos



Autor: Ivanise Pachane Milanez

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), realiza na quinta-feira, 25/11, às 17h, no Anfiteatro do Centro Cívico, cerimônia de posse da Comissão de Acompanhamento da Execução do Plano Municipal de Resíduos Sólidos. O trabalho da comissão é acompanhar a execução do plano de resíduos, inserindo diretrizes, metas e ações de acordo com as novas legislações e inovações tecnológicas, promovendo atualizações do plano de resíduos de quatro em quatro anos, como consta na Lei Federal nº 12.305/2010.

A comissão conta com 42 membros, entre titulares e suplentes, com um modelo de trabalho participativo, tendo a seguinte representatividade: Fatec, Unicamp, Esalq, Unimep e Fumep (universidades); Acipi e Ciesp (setor industrial e comercial); Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental, Comdema, Cooperativa Reciclador Solidário e membros especializados em resíduos sólidos (sociedade civil organizada); Vigilância Sanitária, Ipplap e Semae (representantes do governo municipal e estadual).

Os membros da comissão são voluntários e ativos, participam de encontros técnicos, palestras, fóruns e debates sobre resíduos, também buscam estar atualizados quanto às legislações, normas e regulamentações sobre o tema. Esse trabalho não apresenta custos para a Prefeitura e é realizado dentro das normas da imparcialidade política.

"Entendemos que o comprometimento e o conhecimento técnico desses membros é de extrema importância para que consigamos construir políticas públicas democráticas e participativas para a construção de uma sociedade justa e solidária, com cidadãos servindo uns aos outros", ressalta o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, Alex Gama Salvaia.

Para Celise Romanini, da Sedema, há uma preocupação enorme em demonstrar a transparência dos trabalhos realizados. "Nesse sentido, o município de Piracicaba tem se destacado quanto à disponibilização dos trabalhos por meio de sites e outras mídias", destaca.

O PLANO - Entre outras diretrizes, o Plano Municipal de Resíduos Sólidos trata da responsabilidade compartilhada, conforme Lei Federal 12.305/2010, que diz que o poder público dispõe de programas de coleta dos resíduos, bem como informações sobre a destinação correta e instrui a população a buscar informações e destinar adequadamente seus resíduos a fim de que eles possam ser tratados ou reciclados antes da disposição final.

SERVIÇO - Posse da Comissão de Acompanhamento da Execução do Plano Municipal de Resíduos Sólidos. Quinta-feira, 25/11, às 17h, no Anfiteatro do Centro Cívico e Cultural Florisvaldo Coelho Prates.


22/11/2021

Sema faz manutenção em ponte no Horto de Tupi


Autor: Texto: Thaís Passos/Sema

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), faz a reconstrução da ponte que passa pela estrada municipal Rissieri Furlan (PIR-080), no Horto Florestal de Tupi.

A equipe da Sema, responsável pela restauração e conservação de 148 pontes rurais de Piracicaba, trabalha na obra desde o dia 25/10, após a interdição da antiga ponte, que já se encontrava em estado crítico.

De acordo com a secretaria, por se tratar de uma ponte de grande proporção, com 17 metros de comprimento, por 5 de altura e 6 de largura, a previsão de conclusão, dependendo das condições climáticas, é até o fim deste mês (novembro). Após o término, a equipe começará a trabalhar na ponte da trilha do Limoeiro, mais utilizada por pedestres do Horto de Tupi, com previsão de conclusão de 15 dias, a partir da data de início.

Outra frente de trabalho da Sema atua em ponte do Parque do Engenho Central, interditada desde maio por conta de um incêndio. A reconstrução da ponte está prevista para ser concluída até o final desta semana.



19/11/2021

Sedema intensifica serviço de arborização solicitado via SIP-156



Autor: Texto: Andressa Mota/CCS | Fotos: Divulgação

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), tem intensificado o serviço de podas de árvores do setor de arborização solicitado via SIP (Serviço de Informação à População) ? 156. De acordo com balanço do setor, apenas em 2021 a execução das podas solicitadas pelo canal triplicou, se comparado com a execução do serviço na soma dos últimos três anos (2018, 2019 e 2020).

De janeiro a 16/11 deste ano, a Sedema já executou 21% das solicitações de podas via SIP-156, enquanto que apenas 6,6% das solicitações realizadas na soma dos últimos três anos tiveram o serviço executado. Não houve reajuste no valor gasto para a execução do serviço entre os períodos comparados (2021 e os últimos três anos). O secretário Alex Gama Salvaia lembra que esse resultado é fruto do trabalho da secretaria em alinhar, da forma mais eficaz possível, a logística de execução dos serviços por parte das empresas terceirizadas.

"Além de atender às solicitações da população e executar os serviços, temos realizado também um trabalho de prevenção, até para que o munícipe não precise solicitar a poda. Nossa equipe analisa as áreas e, ao invés de fazer uma poda isolada, por meio da empresa terceirizada, todas as árvores próximas que precisam recebem a poda de forma preventiva", explica o secretário.

O microempresário Eder Tadeu Quero conta que havia solicitado a poda de uma árvore na Vila Independência no ano passado e não havia sido atendido. Ele lembra que recebeu e-mail da Sedema esse ano sendo informado que o serviço seria executado. "Fizeram um serviço fantástico, ficamos muito satisfeitos, pois fomos muito bem atendidos. Não só pela poda, mas também pela limpeza que fizeram ao recolher os galhos, tudo muito bem feito", afirma Quero.

A intensificação do trabalho executado via solicitações do SIP-156, segundo conta Salvaia, tem por objetivo fortalecer o vínculo da secretaria com a população por meio deste canal. A Sedema é a secretaria mais requisitada via SIP-156. ?Todo serviço que o município precisa que seja executado deve ser solicitado por esse canal, que é uma das principais ferramentas de contato da população com a Pasta?, orienta o secretário.

ARBORIZAÇÃO - De acordo com a Sedema, todas as solicitações de poda e supressão de árvores, serviços do setor de arborização, seguem um Procedimento Operacional Padrão (POP) criado neste segundo semestre, que determina os passos para análise de cada solicitação.

Tanto nas solicitações de poda quanto de supressão, as árvores são analisadas por técnicos da Sedema para vistoriar a real necessidade de se executar a solicitação conforme a Lei Complementar 251/2010 do município, que aborda a proteção ao meio ambiente, os programas e as iniciativas na área de interesse ambiental do município.

Se tratando em especial da supressão de árvores, o munícipe deve ainda protocolar documentos no guichê de Protocolo do Térreo 1 do Centro Cívico. Os munícipes podem conferir os documentos necessários para protocolar pedido de supressão de árvore em https://sedema.wixsite.com/sedema/arborizacaourbana no item Árvores em Terrenos Particulares (Quintais) e Calçadas.


19/11/2021

Hemonúcleo amplia busca por voluntários na Semana do Doador de Sangue


Ampliar a doação de sangue na cidade, sensibilizando novos doadores. Esse é o objetivo da campanha realizada pelo Hemonúclelo de Piracicaba entre os dias 22 e 27/11, que remete ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado na quinta-feira (25/11). Ainda seguindo protocolos sanitários decorrentes da pandemia da Covid-19, a doação, preferencialmente, deve ser agendada por meio do site https://agendamento.hemocentro.unicamp.br/. A coleta acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, cerca de 1,6% da população doa sangue - 16 a cada mil habitantes. Embora o percentual fique dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) - de pelo menos 1% da população - os hemocentros de todo o país tem trabalhado para aumentar o número de doadores, principalmente, neste momento de pandemia.

"A última semana de novembro é oficialmente a semana nacional do doador voluntário de sangue. O evento tem o intuito de reforçar o estoque técnico para atendimento da demanda transfusional de dezembro, que é um mês festivo, de férias e, que, normalmente, registra-se redução no comparecimento de voluntários. Por isso, contamos com o apoio de todos os piracicabanos", destaca Luciana Sacheto Bueno, assistente social do Hemonúcleo Piracicaba.

Para Filemon Silvano, secretário de Saúde, a ação é uma forma de colaborar com o atendimento de saúde prestado pelos hospitais da cidade. "O Hemonúcleo faz um trabalho excelente na cidade e precisa de todo o apoio possível, por isso convidamos os piracicabanos a participar desta ação. É um ato solidário que salva vidas. Por isso reforço que esta nova companha vem em boa hora, principalmente pela questão da pandemia da Covid-19, que reduziu o número de doações. Participem", convida o secretário.

É importante lembrar que a doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independentemente de parentesco com o doador. O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a doença falciforme e a talassemia, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão.

Segundo Luciana, o sangue é essencial à vida e não pode ser substituído. "Portanto, doar é uma atitude de educação, amor e cidadania. Ao realizar uma doação de sangue, você está ajudando pelo menos três pacientes que necessitam de transfusão. A doação, respeitando os critérios técnicos, não acarreta nenhum risco para o doador e todo processo para a doação, que inclui cadastro, pré-triagem, triagem e coleta, leva menos de 80 minutos", diz.

A assistente social lembra que a demanda de transfusões pelos hospitais se mantém, independentemente da pandemia. "E, além das cirurgias de emergência, há os atendimentos devido a acidentes de trânsito e de trabalho, violência urbana, oncologia, entre outros. Portanto, é fundamental que as pessoas realizem esse ato tão importante para salvar vidas", reforça Luciana.

O Hemonúcleo de Piracicaba está localizado à rua Silva Jardim, 1.700 (antigo prédio do Saúde Inteligente, dentro do complexo da Santa Casa de Misericórdia de Piracicaba). Informações pelos telefones (19) 3422-2019 ou 0800-722-8432.



10/11/2021

Zoológico de Piracicaba participa do DIA NACIONAL DE URUBUZAR
13 a 15 de Novembro de 2021


A SEDEMA, por meio do Núcleo de Educação Ambiental (NEA/SEDEMA) e Zoológico Municipal, participa de uma das maiores campanhas de conservação da vida silvestre no Brasil: O Dia Nacional de Urubuzar.

Serão realizadas em todo o país atividades de conscientização, durante os dias 13 a 15 de novembro, para salvar os animais silvestres dos atropelamentos. O atropelamento é uma ameaça séria para a fauna brasileira. Milhões de animais são atropelados a cada ano nas estradas brasileiras, muitos deles são de espécies ameaçadas de extinção.

O Dia Nacional de Urubuzar (DNU) é um dia de ações em que cada instituição parceira realiza ações de conscientização sobre os acidentes envolvendo animais em estradas e rodovias e também divulga a importância de fazer o registro das ocorrências no aplicativo. Neste ano, o DNU ocorrerá em três dias e já conta com mais de 180 equipes cadastradas em 22 Estados, incluindo representantes de universidades, ONGs e Zoológicos.

As ações realizadas pelo NEA/SEDEMA e Zoológico de Piracicaba serão, neste ano, exclusivamente virtuais, por meio de postagens nas redes sociais, visando a divulgação do DNU e a sensibilização dos seguidores sobre os atropelamentos dos animais silvestres, assim como o impacto para a biodiversidade.

O que é o Sistema Urubu?

É um aplicativo de celular que permite a qualquer cidadão contribuir com a conservação, protegendo animais silvestres de atropelamentos.

O Sistema Urubu está disponível gratuitamente para Android e iOS. Seu uso é muito simples: ao encontrar um animal atropelado, você tira uma foto usando o aplicativo, a foto é enviada para o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE). Eles juntam todos os dados enviados para fazer a análise dos pontos vulneráveis e propor mudanças para reduzir os atropelamentos.

O sistema, lançado em 2014, é pioneiro no Brasil e faz parte de uma nova geração de ações conservacionistas. Cada pessoa, tendo este aplicativo em mãos tem o poder de fazer a diferença. Quanto mais pessoas para ?urubuzar?, mais exatos são os dados e as medidas que podem ser tomadas. Assim, cria-se uma rede em que as atividades têm um impacto real na proteção dos animais silvestres.

O Sistema Urubu mantém o site https://sistemaurubu.com.br/dnu/ com informações de todas as edições do DNU e informações sobre o aplicativo, assim como um site educativo - https://sites.google.com/ecoestradas.org/urubu-educacao/p%C3%A1gina-inicial?authuser=0 - no qual todos podem ter acesso aos materiais educativos sobre a campanha.

Acompanhe as redes sociais do Zoo - @zoodepiracicaba / facebook.com/piracicaba.sp.gov.br e do Núcleo de Educação Ambiental - @neasedema e facebook.com/nucleoeducacaoambiental para conferir todas as atividades.

Informações:

Núcleo de Educação Ambiental - SEDEMA / Email: neasedema@gmail.com



08/11/2021

LIVE: Mudanças Climáticas - O que você tem a ver com a COP?



No momento em que o mundo todo está discutindo sobre mudanças climáticas e a COP, Piracicaba não pode ficar de fora dessa! É por isso que a COMCLIMA, a Comissão de Mudanças Climáticas de Piracicaba convida a todos e todas para a live: Mudanças Climáticas - O que você tem a ver com a COP?

A conversa será na próxima quarta (10/11) às 19h, no Instagram da SEDEMA:

https://www.instagram.com/sedemapira


LIVE: Mudanças Climáticas - O que você tem a ver com a COP?



São convidados para debater esse importante tema: Vanessa Hoffmann - Terra Mater, Sérgio Besserman - Climate Reality, e com abertura da Juliana Gragnani - SEDEMA.

Participe e ajude na construção desse diálogo em Piracicaba!


05/11/2021

Zoológico de Piracicaba realiza atividade presencial sobre primatas para crianças de 08 a 10 anos



Atividade "De galho em galho: primatas unidos pela conservação" integra as ações educativas da Campanha "Somos todos primatas".

No dia 17 de novembro, das 14h às 16h30, o Zoológico de Piracicaba realizará a atividade educativa "De galho em galho: primatas unidos pela conservação", como parte da programação da Campanha ?Somos todos primatas?, idealizada pela Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), a qual o Zoo de Piracicaba faz parte.

A atividade tem como objetivos: sensibilizar sobre a importância da preservação dos primatas e da biodiversidade brasileira e estimular a interação das crianças com o Zoológico, por meio de atividade lúdica e educativa.

Organizada pela SEDEMA, por meio da equipe técnica do Zoo e dos educadores do Núcleo de Educação Ambiental (NEA/SEDEMA), o público da atividade serão crianças de 08 a 10 anos a e programação conta com jogos e brincadeiras que estimularão nos participantes reflexões sobre a importância dos primatas na biodiversidade brasileira, de forma divertida.

As vagas são limitadas a 20 pessoas e, para participar, os interessados deverão preencher um formulário disponibilizado no site do Zoológico -




ZOOLÓGICO





FORMULÁRIO DE INSCRIÇÕES




- Até o dia 10 de novembro de 2021 -.

ATENÇÃO: O preenchimento do formulário não garante a inscrição. A vaga será confirmada pela equipe do NEA/SEDEMA, por meio dos contatos disponibilizados no formulário.

Durante a atividade será reservado um tempo para lanche, porém caberá a cada participante levar o seu alimento. O transporte de ida e volta para o Zoológico será de responsabilidade do responsável pela criança, sendo o Quiosque do Núcleo de Educação Ambiental o local de encontro no início e término da atividade.

A Campanha "Somos todos primatas" é uma realização da AZAB em parceria com a Sociedade Brasileira de Primatologia (SBPr) e tem como objetivo principal sensibilizar o público sobre a importância da conservação desses animais, mais especificamente de seis espécies presentes na lista do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a AZAB e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO). São elas: Sagui-da-serra-escuro (Callithrix aurita), Muriqui-do-sul (Brachyteles arachnoides), Sauim-de-coleira (Saguinus bicolor), Micoleão-da-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas), Macaco-prego-do-peito-amarelo (Sapajus xanthosthernos) e Macaco-aranha-de-testa-branca (Ateles marginatus).

Acompanhe as redes sociais do Zoo - @zoodepiracicaba / facebook.com/piracicaba.sp.gov.br e do Núcleo de Educação Ambiental - @neasedema e facebook.com/nucleoeducacaoambiental para conferir todas as atividades.

Informações:
Núcleo de Educação Ambiental ? SEDEMA / Email: neasedema@gmail.com




03/11/2021

Sede administrativa da Polícia Militar Ambiental será transferida pela 1ª vez para Piracicaba



Autor: Sabrina Rodrigues Bologna: 31076/Foto: Divulgação

A sede administrativa da 2ª Companhia do 5º Batalhão da Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo será transferida para Piracicaba. O processo de instalação está em andamento, com adequações no prédio que abrigará a Sede, localizado no Parque das Cidades, na Rodovia Geraldo de Barros. Com a mudança, o município será pela primeira vez sede do Comando da Ambiental, abrangendo 46 municípios do Estado. Pelotões operacionais permanecem nos municípios de Rio Claro, Pirassununga e São João da Boa Vista.

Segundo Helington Ilgges da Silva, comandante da 2ª companhia, é importante que a sede esteja no município porque Piracicaba é um importante centro regional. "É interessante porque Piracicaba é um grande centro regional e é o maior município dos 46 atendidos. Além de população e condição econômica, é onde ficam os grandes comandos da Polícia, como a sede do CPI 9, Deinter 9 e o Centro de Aviação da Polícia Militar, além de ter uma unidade da Polícia Federal. Com a sede da Polícia Ambiental fica mais fácil o trabalho e a gestão de todos os 46 municípios. É uma sede à altura do município", disse.

Compõem os municípios que integram a 2ª Companhia: 1º PEL (Pirassununga) Araras, Artur Nogueira, Conchal, Cordeirópolis, Engenheiro Coelho, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Itapira, Leme, Limeira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Pirassununga, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras. 2º PEL (São João da Boa Vista) Aguaí, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, Santo Antônio do Jardim, São José do Rio Pardo, São João da Boa Vista, São Sebastião da Grama, Tambaú, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul e Águas da Prata. 3º Pel (Rio Claro) Analândia, Águas de São Pedro, Brotas, Charqueada, Corumbataí, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Mombuca, Piracicaba, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra, São Pedro e Torrinha.

POLICIAMENTO AMBIENTAL - Segundo informações do site da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, o Policiamento Ambiental possui 100 unidades de atendimento integradas com efetivo de homens e mulheres dedicados ao policiamento ambiental. Conta com mais de 500 viaturas quatro rodas e náuticas, além de motocicletas e recursos de monitoramento por satélites que vigiam as regiões de interesse e locais de difícil acesso.

Atua de maneira especial nas regiões de relevante interesse ambiental, como nas Unidades de Conservação do Estado, que juntas somam mais de 760 mil hectares. Integrado com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, o policiamento ambiental promove o programa Estadual de Conciliação Ambiental reconhecido e aprovado pela sociedade paulista.




28/10/2021

Cemitérios municipais devem receber 35 mil visitantes no Dia de Finados


Autor: Texto: Andressa Mota/CCS | Fotos: Justino Lucente/CCS

Os cemitérios municipais devem receber, aproximadamente, 35 mil visitantes na próxima terça-feira, 02/11, Dia de Finados. A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), informa que os cemitérios da Saudade, da Vila Rezende e Ibitiruna estarão abertos ao público nesta data das 7h às 18h.

Com a melhora no cenário da pandemia, a expectativa é que mais pessoas procurem os cemitérios para visitação no Dia de Finados, mas ainda assim com movimento menor do que o estimado nos anos anteriores a 2020, que era em torno de 40 mil pessoas. Em 2020, os cemitérios ficaram fechados desde o início da pandemia.

O cemitério Parque da Ressurreição, que é particular, estará aberto no dia 02/11, das 6h às 18h. De acordo com a administração do cemitério, com impacto da pandemia, entre 1.000 e 1.400 pessoas devem visitar o local.

Para que a população possa homenagear seus entes queridos, estão programadas ainda missas nas capelas dos cemitérios da Saudade, Vila Rezende e Parque da Ressurreição.

De acordo com a Diocese de Piracicaba, no cemitério da Saudade, as missas serão às 7h às 9h e às 15h. No cemitério Vila Rezende, às 8h; 10h e 16h. No cemitério Parque da Ressurreição, às 6h30, 8h, 9h30, 11h, 12h30, 14h e 15h30.

Em Ibitiruna não haverá missa no cemitério, mas haverá celebração aos finados na Matriz da Quase-paróquia Santa Cruz, em Anhumas, às 17h do dia 02/11.

Devido à pandemia, vale lembrar que é necessário que os visitantes evitem aglomeração e usem máscaras. Os cemitérios ainda vão oferecer álcool em gel nas entradas.

Para os familiares que queiram realizar as homenagens aos entes queridos durante o fim de semana, o horário de funcionamento diário (segunda a domingo) dos cemitérios da Saudade e da Vila Rezende é das 7h às 18h. O de Ibitiruna, das 7h às 17h. Do Parque da Ressurreição, das 7h às 17h, também todos os dias.

As secretarias municipais de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) e de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Semdettur) e a Guarda Civil Municipal (GCM) terão ações para dar apoio à população no Dia de Finados.

TRÂNSITO - Agentes operacionais de trânsito e transportes da Semuttran vão orientar a travessia de pedestres na próxima terça-feira, 02/11, nas proximidades do cemitério da Saudade e realizarão ronda nas proximidades dos cemitérios Vila Rezende e Parque da Ressurreição para eventuais intervenções, se necessárias.

Em relação ao transporte público, as linhas vão operar com horários de sábado, exceto as linhas 210 (Unileste) e 505 (Uninorte), que vão operar com horários especiais (confira os horários abaixo).

FISCALIZAÇÃO - O setor de Economia Informal da Semdettur fará a fiscalização, a partir de sábado, 30/10, até 02/11, dos vendedores ambulantes que estejam atuando nos locais informalmente.

A Semdettur informa que existem dez pontos autorizados disponíveis para venda de flores no cemitério da Saudade e cinco no cemitério da Vila Rezende.

A Guarda Civil Municipal, além de dar apoio à Semdettur na fiscalização dos vendedores ambulantes, também atuará de forma preventiva para coibir a exploração dos estacionamentos por flanelinhas nas proximidades dos cemitérios.

COMBATE À DENGUE - O Programa Municipal de Combate ao Aedes (PMCA) realiza entre hoje, 27/10, e sexta-feira, 29/10, vistorias nos cemitérios do município. O objetivo é fiscalizar a existência de objetos que sejam possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como dengue, zika e chikungunya, preparando o espaço também para o feriado de Finados, em 02/11. Hoje a ação ocorre no Cemitério da Saudade. Amanhã, 28/10, no Cemitério Vila Rezende. Já a vistoria do Cemitério Parque da Ressurreição será na sexta-feira, 29/10.

SERVIÇO -

Cemitério da Saudade - (19) 3426 - 6272

Cemitério da Vila Rezende - (19) 3421-1745

Cemitério de Ibitiruna - (19) 3448-7134

Setor de Economia Informal da Semdettur - (19) 3437-2228 (Whatsapp, para dias úteis); e (19) 99984-1013 (apenas de 30/10 a 02/11)

Semuttran - (19) 3401-1111

Guarda Civil Municipal - 153



26/10/2021

Sedema e PSF Tupi realizam a trilha Saúde e Natureza



Autor: CCS

A Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Instituto de Pesquisas Ambientais, Fundação Florestal, Raízes de Tupi (Oca/Esalq) e o PSF (Programa Saúde da Família) Tupi, com o apoio do grupo de Saúde Coletiva da Unimep e Escola Municipal José Antônio de Oliveira, promovem a trilha Saúde e Natureza, na próxima sexta-feira, 29/10, a partir das 7h30, como parte do programa Vem pro Horto, as inscrições são limitadas e podem ser realizadas no link: http://bit.ly/trilhasn. Para participar é obrigatório o uso de máscaras.

O ponto de encontro dos participantes será a unidade do PSF em Tupi, com caminhada de 3 km até o Horto de Tupi. Na saída, a equipe do PSF de Tupi vai aferir a pressão dos participantes, falar sobre a importância da caminhada e da conscientização do Outubro Rosa. Na chegada ao Horto, Maria Luisa Palmieri, especialista ambiental do Horto, vai falar sobre a relação entre natureza e saúde e do impacto dela no cotidiano.

Em seguida, os integrantes do grupo serão acolhidos no Centro de Visitantes pela equipe de saúde coletiva da Unimep para falar sobre a relação entre a importância da alimentação para a saúde. Ao final, a equipe Raízes de Tupi (Oca/Esalq) vai discorrer sobre agroecologia e produção sustentável e sem agrotóxicos.

"O objetivo da atividade é trabalhar as relações entre alimentação, saúde e natureza. É um evento que está ligado ao Outubro Rosa, mostrando a importância de uma boa alimentação para prevenção de doenças, como o câncer. Além de promover o contato com ambientes naturais, trabalhar a importância da agroecologia e a soberania alimentar", reforça Maria Luisa Palmieri.

SERVIÇO - Trilha Saúde e Natureza. Dia 29/10, sexta-feira, a partir das 7h30. Saída do PSF Tupi, rua Piracicaba, esquina com rua Dez de Agosto.

Inscrições limitadas pelo link http://bit.ly/trilhasn


26/10/2021

Falcão-relógio, espécie rara, é avistada no Horto de Tupi



Autor: Ivanise Pachane Milanez

O falcão-relógio, espécie rara na região, foi uma das surpresas para as 20 pessoas que participaram de atividade de observação de pássaros, realizada pela Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Instituto de Pesquisas Ambientais, Fundação Florestal, Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA/Esalq/USP e Grupo de Estudos e Observação de Piracicaba (GEOP) no Horto de Tupi.

A atividade Observando as Aves, ligada ao programa Vem pro Horto, foi realizada no domingo, 17/10, a partir das 7h30, capitaneada pelo biólogo e guia de observação de aves, Valdir Felipe.

Durante a atividade foram avistadas 58 espécies de aves, como a saíra-ferrugem, a peitica, o gavião-belo, o pitiguari, a mariquita, o pula-pula, o sabiá-barranco, o garibaldi, além do falcão-relógio.

O falcão-relógio é grande e esguio e mais escutado do que visto. É encontrado em florestas tropicais, incluindo áreas semiabertas com árvores grandes. Seus hábitos incluem a caça desde a copa até o chão, geralmente cantam no alto das árvores. Tem longas pernas amarelas e a cauda longa e arredondada, com barras finas e brancas.

O registro do falcão-relógio foi feito pela contadora e fotógrafa amadora Maria Cristina Pereira, 58 anos, que esteve no Horto pela primeira vez. Registrar fotos de pássaros é uma atividade constante para Maria Cristina, que tem registro oficial como observadora e fotógrafa de aves.

Para o registro de aves ela usa uma Canon EOS 5DS, lente Sigma 300A600. ?O Horto é sempre uma surpresa nas passarinhadas, mas era um sonho ver e fotografar (o falcão-relógio), daí eu avistei. Foi numa fração de segundos e ali estava ele, lindo?, comemora.

?A observação de aves está crescendo. As pessoas estão percebendo que há muitas espécies de aves diferentes. E os cidadãos piracicabanos são privilegiados, pois o município conta com mais de 350 espécies diferentes de aves?, relata Valdir Felipe.

A lista completa das espécies observadas no dia 17/10 está disponível no seguinte link: https://ebird.org/checklist/S96271140

VEM PRO HORTO - O programa Vem pro Horto conta com atividades sempre aos finais de semana, voltadas a toda a comunidade, que são realizadas com diversos parceiros, incluindo instituições da sociedade civil e pessoas voluntárias interessadas em desenvolver esse trabalho conjunto.

As ações podem ser consultadas no endereço: https://hortodetupi.wixsite.com/comitegestor/agenda



19/10/2021

Zoo de Piracicaba auxilia no resgate de onça-parda em São Pedro



Autor: Texto: Eleni Destro/CCS Fotos: Prefeitura de Piracicaba/Zoológico Municipal

Equipe do Zoológico Municipal de Piracicaba, mantido pela Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), auxiliou a Prefeitura de São Pedro na captura de uma onça-parda (Puma concolor), que estava no banheiro de residência, no bairro Nova São Pedro 2, em São Pedro, ontem, 18/10. A onça, uma fêmea adulta, foi devolvida à natureza no mesmo dia.

De acordo com a médica veterinária do Zoo de Piracicaba, Camilla Xavier Mendes, o animal, aparentemente saudável, foi resgatado após a aplicação de um dardo anestésico. Depois de acordado, foi solto em um local seguro de mata.

Participaram do resgate, além de Camilla, a bióloga Paula Cendrowicz de Souza Matias e o tratador Fernando Silva, do Zoo de Piracicaba, e o médico veterinário Matheus Murbach, da Prefeitura de São Pedro.

MAIS PRÓXIMOS - No dia 15/06 deste ano, uma onça-parda também foi capturada em Piracicaba, em uma casa da rua Lara, no bairro Cantagalo. A onça-parda, de porte médio e fêmea, com cerca de 3 anos e pesando 30 quilos, apareceu no quintal da residência por volta das 6h. O Corpo de Bombeiros foi acionado e pediu apoio ao Pelotão Ambiental, Guarda Civil e à equipe do Zoológico Municipal. Ela foi capturada e devolvida para a mata.

Já no início deste mês, no dia 07/10, os moradores de uma chácara no bairro Água Seca, também em Piracicaba, foram surpreendidos pela visita de um lobo-guará. O animal, um macho de aproximadamente 6 anos, estava em bom estado geral, foi anestesiado para coleta de material biológico - pele e sangue -, e registros fotográficos para pesquisas do Laboratório de Ecologia, Manejo e Conservação de Fauna Silvestre da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo), e devolvido à natureza.

De acordo com a veterinária Camilla Xavier Mendes, tanto as onças quanto o lobo-guará são animais de hábitos silvestres, que estavam longe de seu habitat natural, provavelmente buscando alimento para sua sobrevivência.

"Vale ressaltar que os animais que são resgatados só são levados ao Zoo se precisarem de atendimento por conta de algum ferimento. Mesmo assim, quando estão curados, são logo devolvidos à natureza. Nosso objetivo não é retirar animais da natureza, mas sim, devolvê-los ao seu habitat natural de forma segura para que ele continue cumprindo sua função", explica.



15/10/2021

Prefeitura inicia projeto-piloto que visa conter infestação de carrapatos


Autor: CCS

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), inicia na próxima segunda-feira, 18/10, projeto-piloto de manejo em locais com alto grau de incidência de carrapatos, com aplicação de carrapaticida biológico para seu controle. O projeto começará pelo Parque da Rua do Porto, que ficará fechado ao público, a partir do dia 18/10, por 90 dias, prorrogáveis, caso seja necessário. Uma das espécies de carrapato, o carrapato-estrela, que tem como hospedeiro a capivara, é responsável por transmitir a febre maculosa, doença que pode levar à morte (leia abaixo).

A escolha do local, em detrimento de outras áreas, foi feita porque o parque é fechado, conforme explica o titular da Sedema, Alex Gama Salvaia. "Escolhemos o Parque da Rua do Porto por ser um local fechado e, com o fechamento dos portões, teremos certeza do resultado do teste, diferente de outras áreas de espaço aberto, como a avenida Renato Vagner ou Cruzeiro do Sul. O prazo de fechamento é sujeito à continuidade, sendo prorrogado até que possamos solucionar os problemas. Se houver sucesso no teste, a intenção é replicar no município todo", reforça o secretário.

PREVENÇÃO - A febre maculosa é uma doença transmitida por uma bactéria, por meio da picada do carrapato-estrela. A doença tem alto índice de letalidade se não for diagnosticada há tempo. É própria do carrapato e é replicada pelo hospedeiro. O carrapato transmite a bactéria e assim outros carrapatos são contaminados e estes podem contaminar outros animais ou o homem.

O hospedeiro primário do carrapato estrela é a capivara, muito encontrada em margens de rios, córregos e lagoas. Em Piracicaba estas áreas de maior risco de incidência estão todas devidamente identificadas para que os visitantes tenham consciência do risco. Toda extensão da margem do rio Piracicaba, desde o bairro Monte Alegre até Artemis; as margens do Piracicamirim; a lagoa do Santa Rita e a margem do rio Corumbataí são áreas consideradas críticas.

Por isso, se a população for pescar ou fazer um piquenique nestes locais é fundamental saber que há um risco e que há alguns cuidados importantes de serem tomados antes, durante e depois da visita ao local. Ir devidamente trajada, com meia fora da calça, se possível com fechamento com fita adesiva é uma dica importante. Após frequentar o local é importante fazer uma varredura para verificar se algum carrapato grudou no corpo e retirar imediatamente, já que o carrapato, para transmitir a doença, deve ficar pelo menos quatro horas fixado no corpo.

Outro cuidado importante é ficar atento, entre 2 a 14 dias, a sintomas que podem ser indícios da doença, como febre alta, dor no corpo, dor da cabeça, inapetência, desânimo e pequenas manchas avermelhadas pelo corpo. Caso eles ocorram, procurar um médico imediatamente e relatar a visita a estes locais. Além da capivara, as pessoas devem tomar cuidado também com o contato com cavalos, que também são hospedeiros do carrapato.

PARQUES DA CIDADE - Durante o período de fechamento do Parque da Rua do Porto, a população tem algumas alternativas para a realização de atividades físicas e lazer. A cidade conta com pelo menos 27 parques distribuídos no município (Confira lista completa, com endereços e horários de funcionamento abaixo). Próximo ao Parque da Rua do Porto, o público pode optar pela Área de Lazer do Trabalhador, Parque do Bongue, Parque do Pelourinho, Avenida Cruzeiro do Sul, Avenida Renato Wagner e Parque da Estação da Paulista.



PARQUES DA CIDADE




15/10/2021

Prefeitura finaliza limpeza em área sob a ponte do Caixão