PMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados Ambiental

PMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados AmbientalPMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados AmbientalPMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados AmbientalPMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados AmbientalPMVA - Programa Município Verde Azul - Bancos de dados Ambiental

Bancos de dados Ambiental


Município Verde Azul






Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o Programa Município VerdeAzul - PMVA tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios.



Assim, o principal objetivo do PMVA é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo.



A participação de cada um dos municípios paulistas ocorre com a indicação de um interlocutor e um suplente, por meio de ofício encaminhado a Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Além disso, a participação do município no PMVA é um dos critérios de avaliação para a preferência na liberação de recursos do Fundo Estadual de Controle da Poluição - FECOP.



As ações propostas pelo PMVA compõem as dez Diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.



Para a consecução do seu objetivo, o PMVA oferece capacitação técnica aos interlocutores indicados pela municipalidade e, ao final de cada ciclo anual, publica o "Ranking Ambiental dos municípios paulistas", constando os 645 municipais paulistas signatários do PMVA desde 2008.



Tal Ranking resulta da avaliação técnica das informações fornecidas pelos municípios, com critérios pré-estabelecidos de medição da eficácia das ações executadas. A partir dessa avaliação o Indicador de Avaliação Ambienta - IAA é publicado para que o poder público e toda a população possam utilizá-lo como norteador na formulação e aprimoramento de políticas públicas e demais ações sustentáveis.



Para maiores informações, o contato pode ser feito pelo telefone (11) 3133-4160, pelo e-mail municipioverdeazul@sp.gov.br, pessoalmente ou por correspondência.



A Coordenação do PMVA localiza-se na Av. Prof. Frederico Hermann Júnior, 345, Alto de Pinheiros - São Paulo - SP - CEP 05459-900.


Fonte: http://verdeazuldigital.sp.gov.br/site/o-projeto/




BANCO DE DADOS AMBIENTAL 2019





06/03/2020


"Piracicaba figura entre as cidades paulistas mais sustentáveis"




Autor: Marcelo Rocha/Foto: Divulgação

Piracicaba é uma das cidades certificadas e premiadas por figurar no ranking do Programa Município VerdeAzul (PMVA). A Noiva da Colina integra o rol dos 92 municípios paulistas que mais desenvolvem ações e políticas públicas sustentáveis no Estado de São Paulo.

Em cerimônia realizada nesta quinta-feira (05), no Palácio do Governo do Estado de São Paulo (Palácio dos Bandeirantes), o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba, José Otávio Machado Menten, recebeu um certificado em um troféu em nome do município. O secretário Menten representou o prefeito Barjas Negri na solenidade realizada na capital.

Criado em 2007, o Programa VerdeAzul é uma iniciativa da então Secretaria de Estado do Meio Ambiente (atual Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente) que avalia, reconhece e premia prefeituras paulistas que adotam políticas públicas sustentáveis.

No total, 613 municípios participam desta edição do PMVA. Eles colocam em prática 85 tarefas, divididas em 10 diretrizes da agenda ambiental local (coordenada por um interlocutor) que abrange temas estratégicos: Município Sustentável; Estrutura e Educação Ambiental; Conselho Ambiental; Biodiversidade; Gestão das Águas; Qualidade do Ar; Uso do Solo; Arborização Urbana; Esgoto Tratado; e Resíduos Sólidos. Para incentivar a prática destas atividades, o Programa atribui notas de zero a 100 ao resultado das ações realizadas no município durante um ano.

"As cidades são pautadas a partir dessas 10 diretrizes e, então, nós tentamos fazer o melhor possível na realização dessas tarefas, que também consideramos importantes para manter a sustentabilidade e a qualidade de vida no município", afirma Menten.

Menten enfatiza que, embora no município seja coordenado pela Sedema, o PMVA é um reconhecimento a toda a Prefeitura de Piracicaba, pois contempla ações desenvolvidas conjuntamente com outras pastas - secretarias de Obras, Educação, Saúde, Agricultura e Abastecimento, Trânsito e Transportes, Transportes Internos, com o Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) e Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba (Emdhap) - e com o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), além do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema).

De acordo com Bruno Delarole, interlocutor do município com o Estado, "o certificado e o troféu significam que Piracicaba está se destacando e destinando um olhar especial a várias áreas ambientais". Neste PMVA, Piracicaba teve destaque nas áreas de Resíduos Sólidos, Esgoto Tratado, Uso do Solo, Qualidade do Ar e Estrutura e Educação Ambiental.

Segundo Menten, figurar entre os 15% dos municípios mais sustentáveis do Estado é importante, mas a meta é sempre o aperfeiçoamento e a melhoria das práticas ambientais. ?É um desafio contínuo, a cidade tem que continuar melhorando?, diz o secretário.

"A grande vantagem de participar do PMVA é estar entre as melhores cidades de São Paulo sob o ponto de vista ambiental. Piracicaba é reconhecida como uma cidade sustentável que proporciona boa qualidade de vida aos seus habitantes", acrescenta Menten.




RANKING DE PONTUAÇÕES 2019